Em onde-investir / poupanca

Poupança e financiamentos imobiliários permanecem iguais após mudança na TR

A nova metodologia mantém as duas taxas nos mesmos níveis que vinham sendo praticados  

poupança
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou na quinta-feira (18) uma resolução que altera a metodologia de cálculo da TBF (Taxa Básica Financeira) e da TR (Taxa Referencial), mas não deve trazer nenhuma mudança prática, incluindo a rentabilidade da poupança. 

Segundo o chefe do Departamento de Estatística do Banco Central, Fernando Rocha, a mudança não altera a remuneração da caderneta de poupança - atualmente de 70% da Selic mais a TR. A nova forma de cálculo também não altera em nada os contratos de financiamento imobiliário no País, geralmente indexados à TR.

Embora não tenha nenhuma alteração na prática, Rocha explicou em entrevista coletiva que a mudança foi necessária porque, no futuro, o cálculo da TR a partir da TBF poderia passar por problema de "representatividade" na base de dados.

A nova metodologia mantém as duas taxas nos mesmos níveis que vinham sendo praticados e, agora, será baseada nas taxas de títulos do Tesouro Nacional, deixando de seguir as dos certificados e recibos de depósitos bancários (CDBs/RDBs) prefixados. A alteração entra em vigor a partir de 1º de fevereiro.

Quer investir sair da poupança e ter ganhos maiores em renda fixa? Clique aqui e abra sua conta na XP 

(Com Agência Estado)

 

Contato