Em onde-investir / poupanca

Caderneta de poupança já perdeu mais de R$ 30 bilhões em recursos no ano

Somente no mês de abril, os dados até o dia 23 apresentam diferença negativa entre depósitos e saques de R$ 7,043 bilhões

SÃO PAULO – A poupança apresentou captação líquida (diferença entre depósitos e saques) negativa de R$ 30,274 bilhões desde o começo do ano até o dia 23 de abril. Segundo dados do Banco Central, foram efetuados R$ 554,802 bilhões em depósitos e R$ 585,076 bilhões em saques na caderneta neste período. Somente no mês de abril, os depósitos somavam R$ 111,768 bilhões, enquanto os saques foram de R$ 118,811 bilhões, resultando em uma captação líquida negativa de R$ 7,043 bilhões até o dia 23.  Em março, a captação líquida ficou negativa em R$ 11,438 bilhões.

Você já conhece o Ganhe Mais? Acesse e descubra se você está investindo bem o seu dinheiro.

No mesmo período do ano passado (de janeiro até 23 de abril), o resultado havia sido positivo em R$ 8,038 bilhões. Os depósitos realizados na época foram de R$ 827,515 bilhões, e os saques de R$ 819,476 bilhões.

Já nos primeiros primeiros 23 dias de abril de 2014, a captação líquida também havia sido negativa, totalizando R$ 2,748 bilhões a mais de saques. Os depósitos na caderneta feitos na época foram de R$ 91,439 bilhões, enquanto as retiradas totalizaram R$ 94,187 bilhões. Nos doze meses do ano passado, abril havia sido o único que fechou com resultado de captação negativa.

Entre os principais fatores para a "fuga" da caderneta de poupança este ano está a alta da taxa básica de juro, a Selic. Com a taxa em mais de 13% ao ano, os investidores optam por aplicar seus recursos em investimentos atrelados ao CDI (que varia muito próximo da Selic) e que portanto pagam um retorno mais alto que a caderneta - o rendimento da poupança atualmente está em 0,5% ao mês mais a TR (taxa referencial, que tem oscilado perto de 0,1% ao mês). 


 

Tudo sobre:  Poupança  

Contato