Pior desempenho desde 1995

Poupança tem resgate líquido de R$ 27,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021

Em março, a poupança registrou resgate líquido de R$ 3,5 bilhões

(Konstantin Evdokimov/Unsplash)

SÃO PAULO – Com o terceiro mês seguido de resgates em março, a caderneta de poupança encerrou o primeiro trimestre do ano com saída líquida da ordem de R$ 27,5 bilhões, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (7) pelo Banco Central (BC).

Fruto de depósitos de R$ 802,4 bilhões e retiradas de R$ 829,9 bilhões, o resultado representa um valor recorde para o período desde o início da série histórica do BC, iniciada em 1995.

Em março, a poupança registrou resgate líquido de R$ 3,5 bilhões, no pior desempenho para o mês desde 2017. A aplicação na caderneta teve entradas de R$ 317,7 bilhões no mês passado, com saídas de R$ 321,2 bilhões.

Com o desempenho no primeiro trimestre, o saldo total aplicado na poupança soma agora R$ 1,013 trilhão.

Embora ainda bastante popular entre os brasileiros, a caderneta de poupança oferece um retorno cada vez menor em meio ao cenário de juros baixos.

Em março, a poupança rendeu apenas 0,12%, ante variação de 0,20% do CDI, o principal referencial das aplicações de renda fixa. A inflação medida pelo IPCA-15 ficou em 0,93% no período.

No acumulado do ano, o retorno da caderneta chega a 0,35% (ante 0,49% do CDI e 2,21% do IPCA-15) e, em 12 meses, a 1,69%, enquanto o CDI tem variação de 2,22%, e a inflação, de 5,52%.

Ranking Melhores Fundos InfoMoney-Ibmec
Descubra quais são e como investem os melhores fundos de investimento do país:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.