Pessoas físicas perdem liderança em participação na BM&F Bovespa

Investidores de varejo somaram, em março, 30,66% dos investimentos em ações; institucionais assumiram topo

SÃO PAULO – As pessoas físicas somaram, no mês de março, 30,66% dos investimentos em ações, incluindo os Investidores Individuais (28,84%) e Clubes de Investimento (1,82%). Com o resultado, os investidores de varejo perdem o topo do ranking de participação para os investidores institucionais, que somaram, no período, 31,39% do total.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (5) pela BM&F Bovespa. De acordo com os números, o investidor pessoa física foi responsável por 14,98% das compras e 15,68% das vendas no período entre 1º e 31 de março.

Outros investidores
Na terceira posição do ranking, aparecem os Investidores Estrangeiros, com 25,81%, seguidos pelas Instituições Financeiras, com 9,82%, as Empresas Públicas e Privadas, com 2,26%, e o grupo Outros, com 0,05%.

Em números, do volume total acumulado em compra e venda – R$ 296,818 bilhões –, o investidor pessoa física foi responsável por R$ 91,020 bilhões, como mostra a tabela abaixo:

Participação dos investidores na bolsa
Tipo de investidorComprasVendas
Em mil (R$)Participação (%)Em mil (R$)Participação (%)
Pessoa Física44.472.000,0014,9846.547.866,0015,68
Institucional46.662.382,0015,7246.514.922,0015,67
Estrangeiro39.881.350,0013,4436.730.644,0012,37
Empresas Públicas e Privadas2.936.843,000,993.781.237,001,27
Instituições Financeiras14.384.993,004,8514.741.105,004,97
Outros71.915,000,0293.708,000,03