Pechinchas em dólar: 5 ações “baratas” para investir na Bolsa dos EUA

Lista é baseada no índice de preço sobre lucro (P/L) e outros indicadores

Lucas Gabriel Marins

Publicidade

O S&P500, principal índice de ações do mundo, está em patamar próximo do recorde, acima dos 5.500 pontos, mas não significa que não há mais oportunidades de lucrar na Bolsa americana. Segundo especialistas, encontrar bons papéis é um desafio, mas ainda existem “pechinchas” para colocar na carteira.

Diversifique investindo no Brasil e no exterior usando o mesmo App com o Investimento Global XP

As recomendações de especialistas – como a dos 11 bancos e corretoras monitorados pelo InfoMoney neste mês de julho – costumam focar em empresas famosas, principalmente big techs, mas essa estratégia não leva em conta um fator importante: afinal, quais são as ações “baratas” do momento lá fora?

Continua depois da publicidade

Uma ação barata, vale lembrar, não é aquela com preço baixo, mas sim com indicadores positivos. Um dos mais utilizados na análise fundamentalista, por exemplo, é o índice de preço sobre lucro (P/L), que mostra se um papel está “caro” ou “barato”.

Para chegar ao P/L, basicamente é preciso dividir o preço de uma ação pelo lucro líquido da empresa por papel esperado para determinado período. Um resultado alto pode sugerir que a ação está supervalorizada em relação ao seu lucro, enquanto um número baixo pode indicar que o papel está subvalorizado.

Mas esse indicador não pode ser usado de forma isolada na hora de pinçar boas escolhas, segundo Thiago Guedes, diretor de desenvolvimento de negócios da Bridgewise no Brasil. É importante ficar atento para outros e cada setor vai ter um que é mais importante.

Continua depois da publicidade

“Em alguns setores, para você olhar se uma empresa está operacionalmente trabalhando melhor, você pode verificar o EBITDA, que é o lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações. Outras companhias você tem que olhar, por exemplo, qual o aumento de receita que ela está tendo. Então varia muito de setor para setor”.

A pedido do InfoMoney, a Bridgewise preparou uma lista de cinco empresas estrangeiras que estão “baratas” com base no P/L, em comparação ao P/L médio dos pares de segmento. Além disso, mencionou outros indicadores importantes para cada uma delas.

5 ações internacionais com “baratas”, segundo o indicador preço sobre lucro (P/L):

Continua depois da publicidade

AçãoPreço atualP/LMédia do P/L dos pares*
NRG (BDR: N1RG34)R$ 432,9611,0618,76
Oracle (BDR: ORCL34)R$ 133,2737,8349,48
Markel (BDR: MKLC34)R$ 429,508,5316,84
Aon (AON)U$ 294,7723,0831,12
Tenet Healthcare (THC)U$ 135,845,2921,87
Fonte: Bridgewise
Data de corte: 4/07/24
*P/L médio das empresas do mesmo setor

NGR

É uma empresa norte-americana líder em energia e serviços domésticos. Tem mais pouco mais de 7,5 milhões de clientes. A companhia teve aumento de 139,7% no lucro por ação nos último trimestre na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Oracle

É uma companhia dos EUA especializada no desenvolvimento e comercialização de hardware e softwares e de banco de dados. Sua margem do EBITDA pulou de 38,2% no segundo trimestre do ano passado para 39,4% entre abril e junho deste ano.

Markel

Também na terra do Tio Sam, a empresa fornece cobertura de seguro especializada e tem ampla gama de produtos, das áreas de responsabilidade civil, propriedade, seguro marítimo, entre outros. Registrou aumento significativo de 22,6% nas receitas.

Continua depois da publicidade

Aon

É uma multinacional britânica que trabalha com gerenciamento de riscos, corretagem de seguros, entre outros serviços. Pelo 6º trimestre consecutivo, a linha de receita da empresa aumentou na comparação com o trimestre correspondente do ano passado.

Tenet Healthcare

É uma empresa multinacional de serviços de saúde localizada nos EUA. Segundo a Bridgewise, a companhia registrou “aumento substancial” de 1518.9% no lucro por ação no último trimestre em relação ao mesmo período do ano passado.