Otimismo estrangeiro

Para Bridgewater, de Ray Dalio, Brasil caminha para destravar seu potencial econômico

Gestora diz que, se concretizadas, reformas iniciadas podem impulsionar a produtividade da economia brasileira

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com cerca de US$ 80 bilhões sob gestão em fundos multimercado macro, a Bridgewater Associates está acompanhando a retomada da economia brasileira. A gestora fundada por Ray Dalio compartilhou com clientes relatório com data do último dia de 2019 com observações positivas sobre o país.

Os analistas classificam os últimos cinco anos como um período de “depressão econômica que estendeu um fracasso de décadas em tentar convergir com economias mais desenvolvidas”, mas destacam que o Brasil agora provavelmente está preparado para engatar em um desempenho econômico mais robusto.

Leia também:
Participe do Onde Investir 2020 e veja as recomendações de alguns dos maiores especialistas do país
As ações preferidas dos analistas para investir em janeiro

Entre os fatores que ajudam o movimento, a Bridgewater lista uma inflação em níveis moderados, além do início de reformas, como a tributária, que podem impulsionar a produtividade da economia se concretizadas.

Beneficia ainda a economia brasileira um “relaxamento monetário massivo”, possibilitado pela combinação de corte global de juros e a melhor credibilidade do Banco Central brasileiro, afirmam os analistas. Nesse ambiente, o consumo das famílias pode dar suporte a uma expansão da economia, avaliam.

“A recuperação que acreditamos estar começando no Brasil é especialmente interessante frente ao grande marasmo que está acontecendo em outros países”, finalizam os analistas. “Economias emergentes similares ao Brasil se destacam pelo potencial de desempenho acima da média à frente.”

Embora seja uma das principais instituições do mercado financeiro, a Bridgewater sofreu um raro revés em 2019: foi a primeira perda anual desde 2000 do seu principal fundo, o Pure Alpha II. O produto registrou queda de 0,5%, mesmo com muitos de seus pares mostrando alguns de seus melhores retornos desde 2008.

Foi a quarta vez que ele perdeu dinheiro considerando um ano todo desde o início do Pure Alpha II, em 1991, de acordo com dados compilados pela Bloomberg e por uma pessoa familiarizada com os resultados.

Invista nos melhores fundos do mercado: abra uma conta gratuita na XP