Dúvida

Operação análise técnica: como identificar seu perfil como trader?

O analista Charlles Nader explica diferenças básicas entre scalper, day trader e swing trader e dá dicas para identificar qual é o seu perfil como trader

Successful trader. Back view of bearded stock market broker in eyeglasses analyzing data and graphs on multiple computer screens while sitting in modern office.
(dima_sidelnikov/Getty Images)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com quantos contratos começar a operar no day trade? Quais são as metas a serem alcançadas? Operar no mercado de ações ou no mercado futuro? Essas foram algumas perguntas respondidas pelo analista Charlles Nader, da Clear Corretora, em sua live aberta realizada nesta semana, com a participação de milhares de pessoas.

Para ele, uma das coisas que mais influenciam na hora realizar suas operações no mercado é identificar qual modalidade tem mais a ver com o seu perfil como investidor. Segundo Nader, é perfeitamente normal que os operadores ainda tenham essas dúvidas, mesmo depois de um tempo já presente no mercado. Para saber mais sobre análise técnica, clique aqui. 

“Quem escolhe o trading vai, com o tempo, se identificando mais como como scalper, day trader ou swing trader. Esse perfil vai acabar por definir a escolha pelo volume de contratos, operações e em qual mercado ele vai atuar”, destaca Charlles.

Ao longo da transmissão, Nader destacou algumas das características de cada perfil de operador e afirma que se identificar com esses traços pode ser o primeiro passo na jornada de descobrir qual é o seu perfil de operador.

A aula faz parte de uma série de lives  gratuitas que o analista  organizou nesta semana, nas quais ele promete mostrar quais os fatores que possibilitam uma trajetória de ganhos consistentes na bolsa de valores. Para conferir a série na íntegra, clique aqui. 

Confira a seguir algumas das características apontadas por Nader, de acordo com cada modalidade de trading:

Scalper

Tem foco no ganho rápido;

Trabalha com poucos pontos e mais contratos;

É operador de giro, alta frequência e alta velocidade;

Foco na tendência imediatista do preço;

Procura bater a meta o quanto antes no dia;

Aproveita-se da alta volatilidade para atingir seus resultados.

Day Trader

Menos operações por dia que o scalper,

Muda pouco de opinião ao longo do dia;

Foco no ganho ao longo do dia;

Foco na tendência para o dia do preço;

Deve ter mais paciência para permanecer na operação;

Pode operar com menos contratos e mais pontos.

Swing Trader

Opera com menor alavancagem;

Realiza menos operações;

Trabalha com longo prazo;

Deve ter foco em rentabilizar o capital;

Pode utilizar análise fundamentalista e análise gráfica;

Tem a opção de receber dividendos;

Precisa de capital um pouco maior.

 

O analista destaca, contudo, que é importante levar em consideração o objetivo de cada operador na hora de entrar no mercado e relembra que, independente de qual perfil o operador se enquadre, a atividade de trading sempre envolverá riscos, já que que se trata de operações com renda variável.  A série de Nader ficará disponível apenas até domingo, 01, e você pode conferir os episódios na íntegra clicando neste link.