carteira renda fixa

Omar Camargo recomenda títulos de inflação e debêntures do BNDESPar

Bons resultados do mês anterior foram responsáveis pela decisão da corretora

SÃO PAULO – Para sua carteira de renda fixa de novembro, a corretora Omar Camargo manteve as mesmas sugestões do mês anterior, devido à boa rentabilidade obtida. No total, o portfólio registrou valorização de 1,75% em comparação com 0,55% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Os destaques do mês de setembro foram a NTN-B (Nota do Tesouro Nacional Série B) com vencimento em 2022 e as debêntures do BNDESPar. “O portfólio de renda fixa teve em outubro a melhor performance do ano, ficando muito acima do CDI. Isso aconteceu principalmente pelo desempenho da NTN-B com vencimento em 2022 e das debêntures do BNDESPar série D-32, ambos os títulos atrelados à inflação (IPCA). Como o mercado, assim como nós, ainda vê riscos importantes para a inflação futura, a demanda por esses títulos acabou levando à valorização dos mesmos”, afirma o Analista Felipe Rocha, em Boletim Mensal divulgado aos investidores.

Confira a carteira recomendada para o décimo primeiro mês do ano:

TítuloPeso
 CDB (Certificado de Depósito Bancário)20%
 LFT (Letra Financeira do Tesouro) 15%
 LCI (Letra de Crédito Imobiliário)20%
 NTN-B 22 (Nota do Tesouro Nacional com vencimento em 2022)20%
 BNDP-D32  (Debênture do BNDESPar)25%