títulos públicos

O que preciso saber antes de aplicar no Tesouro Direto?

Vinícius Marques, CFP, planejador financeiro certificado pelo IBCPF, responde a pergunta de leitora do InfoMoney

Pergunta

Tenho um pequeno valor aplicado em um fundo de investimento e pretendo sair deste para o Tesouro Direto. O que devo saber antes entrar no Tesouro Direto? Qual o valor de um título?

Leitor:  Danilo

Resposta de Vinícius Marques, CFP, planejador financeiro certificado pelo IBCPF

Olá, Danilo! Tudo bem? Em primeiro lugar, é fundamental que você conheça seu perfil de investidor e defina um horizonte de tempo para seus recursos antes de qualquer decisão de investimentos. Prefere uma opção mais conservadora e com menor potencial de ganho ou aceita maiores riscos em troca de maiores retornos?

Quando falamos de Tesouro Direto, falamos de Títulos Públicos Federais. Nessa modalidade de investimentos, temos a segurança de aplicar exclusivamente em títulos do governo. Diferente dos fundos, o próprio investidor fica responsável pela escolha dos prazos e indexadores dos papéis que irá comprar. O valor inicial de aplicação é de 10% do valor de um título, o que proporciona boas opções também para o pequeno investidor.

Dentre os diversos títulos do tesouro, a LFT (Letra Financeira do Tesouro) aparece como alternativa em um cenário de elevação da taxa de juros básica, já que sua rentabilidade está atrelada a variação da Selic. Para o investidor que pode disponibilizar os seus recursos por um prazo mais longo, a NTN-B (Nota do Tesouro Nacional – Série B) paga juros pré fixados, conhecidos no momento da aplicação, e reajustam o valor aplicado pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Dessa forma, o investidor garante que ficará protegido dos perversos efeitos da inflação. Independente da sua decisão, mantenha sempre a disciplina de poupar. Essa será a melhor forma de alcançar todos os seus objetivos e sonhos. Forte Abraço!

Vinícius Marques é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF). 

PUBLICIDADE

As respostas refletem as opiniões do autor. O IBCPF e o Infomoney não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Perguntas devem ser feitas no formulário http://www.infomoney.com.br/onde-investir/infomoney-responde-formulario-pergunta