Sentimento do investidor

Milionários estão cautelosos com 2020, mas otimistas com a próxima década, aponta UBS

Pesquisa mostra que mais da metade dos investidores espera queda significativa dos mercados em algum momento do próximo ano

arrow_forwardMais sobre
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Embora 2019 ainda não tenha terminado, os olhos do mercado financeiro já estão naturalmente voltados para o ano que vem em diante. E a julgar pelo sentimento dos investidores, o futuro pode ser mais promissor do que o presente.

Pesquisa elaborada pela área global de gestão de patrimônio do banco suíço UBS revela que o tradicional otimismo de ano novo é hoje temperado por uma hesitação e um maior senso de cautela de investidores de alto patrimônio em relação a 2020, com uma expectativa mais favorável para a próxima década do que para o ano.

Com base em entrevistas feitas com mais de 3.400 investidores com um patrimônio mínimo de US$ 1 milhão, o levantamento apontou que 79% das pessoas acreditam que os mercados estão caminhando para um período de maior volatilidade e mais da metade espera uma queda significativa em algum momento de 2020. Como resultado, 52% não têm certeza se agora é um bom momento para investir.

PUBLICIDADE
Pesquisa UBS Investor Watch

*EMEA – Sigla para região que reúne Europa, Oriente Médio e África

O ambiente de investimento é tido pela maioria como mais desafiador do que cinco anos atrás e o foco de atenção também tem se alterado. Para 66%, os mercados são movidos hoje mais por questões geopolíticas do que por fundamentos. Não à toa, a guerra comercial entre Estados Unidos e China é responsável pela maior preocupação entre os entrevistados (44%), seguido por política interna (41%) e eleição presidencial americana em 2020, com 37%.

Na média, investidores de maior patrimônio detêm 25% de suas carteiras em caixa, bem acima do percentual recomendado pelo UBS, frisa o banco, e com 60% dizendo que consideraria aumentar ainda mais esse nível.

Próxima década

Ainda que a cautela prevaleça sobre o ano que vem, as perspectivas são mais favoráveis para a década de 2020. Uma fatia de 69% dos entrevistados disse que ainda estava otimista sobre os retornos dos investimentos nos próximos dez anos. Tendências como envelhecimento da população, tecnologia, automação e sustentabilidade estão no foco dos investidores, como potenciais oportunidades a serem exploradas para o futuro.

Pesquisa UBS Investor Watch

Brasil

Os investidores brasileiros estão alinhados com os resultados da pesquisa global. A maioria (84%) espera maior volatilidade em 2020, 81% das pessoas avaliam que o ambiente para investir está mais desafiador do que há cinco anos e 59% não têm certeza que esse é um bom momento para aplicar. Dentre todas as regiões pesquisadas, a brasileira mostra a maior preocupação com as próximas eleições americanas, com 90% buscando aconselhamento sobre o impacto da disputa em seu portfólio.

A pesquisa do UBS contou com entrevistas em 13 mercados (Brasil, China, Alemanha, Hong Kong, Itália, Japão, México, Cingapura, Suíça, Taiwan, Emirados Árabes, Reino Unido e EUA) e foi realizada entre agosto e outubro de 2019.

PUBLICIDADE

Invista melhor o seu patrimônio em 2020: abra uma conta na XP: é de graça!