AO VIVO Analista Charlles Nader mostra como fazer um planejamento para ter consistência na Bolsa

Analista Charlles Nader mostra como fazer um planejamento para ter consistência na Bolsa

Imóveis

Mercado imobiliário só decola com ajuste nas contas públicas, diz Eduardo Zylberstajn

Essa é a avaliação do coordenador de pesquisas da Fipe, que participou do programa Mercado Imobiliário, na InfoMoney TV, nesta segunda-feira (17)

SÃO PAULO – O valor nominal dos imóveis (sem descontar a inflação) tem se mantido estável nos últimos 12 meses, em média, nos principais centros do País, segundo dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

“Sem ajuste nas contas públicas, o mercado imobiliário continuará a sofrer em 2019”, projeta Eduardo Zylberstajn, coordenador de pesquisas da Fipe, que participou do programa Mercado Imobiliário, na InfoMoney TV, nesta segunda-feira (17).

O programa, quinzenal, tem apresentação de Ricardo Reis, incorporador com mais de 30 anos de experiência e que ministra o curso Lucre com Imóveis, no qual ensina como fazer dinheiro neste setor.

Para Zylberstajn, “o próximo ciclo do mercado imobiliário será marcado pelo que vai acontecer com a taxa de juros no Brasil, que está amarrada, essencialmente, à reforma da Previdência”. “Com um ajuste fiscal bem-feito, os juros caem e o mercado imobiliário poderá viver um novo ciclo muito positivo”, reforçou o pesquisador.

Isso, claro, dependerá de quem será o próximo presidente da República e de como deverá ser formulada a política econômica. “É um cenário muito delicado, e o efeito prático disso é fazer com que os investidores coloquem o pé no freio”, comentou ele.

Por outro lado, o especialista não desaconselha o investimento em imóveis neste momento de incerteza, por conta da indefinição acerca “É quando você tem a insegurança que você tem as melhores oportunidades”, opinou.

Para saber mais detalhes sobre o cenário dos imóveis no País, veja o programa Mercado Imobiliário, abaixo.