Resultado dobrado

Juros em baixa levam brasileiros aos fundos de investimentos e captação bate recorde

Ingressos líquidos chegaram a R$ 259,8 bilhões, resultado duas vezes maior que em 2016

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – No ano em que atingiram patrimônio recorde de R$ 4 trilhões, os fundos de investimento registraram também a maior captação líquida da história, na série iniciada em 2002. Foram R$ 259,8 bilhões no total. O resultado de 2017 é o dobro do verificado em 2016, de acordo com os dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Entre as categorias que puxaram os maiores ingressos em 2017, os destaques foram os fundos multimercados, com R$ 101 bilhões e crescimento de 414% em relação a 2016. A classe de renda fixa captou R$ 57,6 bilhões, ficando estável em relação ao ano anterior, e os fundos de previdência captaram R$ 45,4 bilhões, queda de 5%. Os fundos de ações reverteram os resgates de R$ 4,8 bilhões de 2016 e captaram R$ 20,6 bilhões no consolidado do ano passado.

Aprenda a investir na bolsa

 Quer aplicar em fundos de investimentos? Clique aqui e abra sua conta na XP

“O ano de 2017 foi muito importante para a popularização dos fundos de investimento no Brasil, o que se reflete nos resultados recordes. Os produtos acessíveis a todos os bolsos e a taxa de juros em queda contribuíram para atrair as atenções e as aplicações das pessoas físicas”, afirma Carlos Ambrósio, vice-presidente da Anbima.

“Até novembro, esse segmento, que engloba clientes do varejo e do private banking, foi responsável por 56% dos ingressos líquidos nos fundos”, acrescenta.