Rússia x Ucrânia

Invasão da Ucrânia foi início de guerra mundial que pode “destruir a civilização”, diz George Soros

Em artigo, investidor húngaro radicado nos EUA diz que presidente chinês Xi Jinping parece ter dado “carta branca” para Vladimir Putin iniciar o conflito

Por  Mariana Segala -

O investidor George Soros, nascido na Hungria e radicado nos Estados Unidos, afirmou em um artigo que a invasão da Ucrânia pela Rússia foi “o início de uma terceira guerra mundial que tem o potencial de destruir a civilização” – a não ser que os presidentes russo, Vladimir Putin, e chinês, Xi Jinping, sejam “removidos do poder”.

Conhecido como o homem que quebrou o Banco da Inglaterra, Soros destaca que após uma reunião no início de fevereiro, às vésperas da Olimpíada de inverno em Pequim, Putin e Xi anunciaram “uma estreita parceria” entre seus países, que, em sua visão, deve ter exigido negociações anteriores.

Para Soros, Xi parece ter dado “carta branca” para Putin começar uma guerra com a Ucrânia. Tendo o que Soros classifica como o “apoio de Xi”, o presidente russo teria dado início a uma tentativa de “deixar sua marca na história russa”.

“Mas seu conceito do papel da Rússia no mundo é distorcido”, diz o artigo de Soros, distribuído na sexta-feira (11) pelo Project Syndicate. “Ele parece acreditar que o povo russo precisa de um czar a quem possa seguir cegamente”, afirma, destacando que a visão não reflete uma sociedade democrática e distorce a “alma” russa.

Soros argumenta que em um ensaio de 2021, Putin afirma que russos e ucranianos são um só povo, e que os ucranianos foram enganados por agitadores neonazistas. “A primeira parte de seu argumento não é sem alguma justificativa histórica, já que Kiev foi a sede original da Igreja Ortodoxa Russa. Mas na segunda parte, foi Putin quem foi enganado”, diz no artigo.

Leia também:

No lugar de se culpar pelo desempenho insatisfatório do exército russo durante a invasão – que, segundo Soros, decorre de fatores como a corrupção na concessão de contratos de defesa – Putin “parece ter enlouquecido”.

“Ele decidiu punir a Ucrânia por enfrentá-lo e parece estar agindo sem qualquer constrangimento”, afirma Soros.

Para o investidor, a Rússia pode perder a guerra, dado que Estados Unidos e União Europeia estão enviando armamento para a Ucrânia. Ao mesmo tempo, em sua visão, Xi pode ter se dado conta de que Putin faz o que quer, pois chegou a afirmar a presidentes europeus que apoiava seus esforços de pacificação, em busca de conter a guerra e evitar uma crise humanitária.

No artigo, Soros diz que não há certeza de que Putin concordará com os desejos de Xi. “Só podemos esperar que Putin e Xi sejam removidos do poder antes que possam destruir nossa civilização”, finaliza.

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe