EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em onde-investir / infomoney-responde

Trocar aplicações em VGBL pelo Tesouro Direto é boa ideia?

Lucas Radd de Oliveira, CFP, planejador financeiro certificado pelo IBCPF, responde a pergunta de leitor do InfoMoney

aposentados-bike
(Shutterstock)

Pergunta

Tenho R$ 50 mil em VGBL e faço aportes mensais de R$ 300. É interessante resgatar esse dinheiro e investir no Tesouro IPCA +?  Ou talvez dividir em 3 títulos: IPCA 2019, Tesouro Prefixado 2019 e Tesouro Selic 2019?

Leitor: Clebes

Resposta de Lucas Radd de OliveiraCFP, Planejador Financeiro Certificado pelo IBCPF

Olá Clebes. O VGBL é uma aplicação interessante para quem quer investir a longo prazo e faz a Declaração de IR pelo formulário simplificado. 

Uma importante questão ao se cogitar o resgate de um VGBL é a análise de qual tabela de tributação foi escolhida no ato da contratação. Se você optou pela Regressiva (também conhecida como Definitiva) você deve observar em qual faixa está. A tributação pode ser desde 35% até 10% sobre o rendimento auferido no período. Se a tabela contratada foi a Progressiva (ou compensável) o que importa é rendimento recebido no período. Quanto maior for esse rendimento, maior será a tributação conforme a tabela da receita (http://www.receita.fazenda.gov.br/Aliquotas/TabProgressiva2012a2015.htm).

Seja como for, a diversificação entre diferentes aplicações é um importante fator em uma carteira de investimentos. Portanto, acho que cessar os aportes de R$ 300 na previdência e direcioná-lo para o tesouro pode ser uma boa decisão. Vá acompanhando os rendimentos do seu VGBL bem como revise a taxa de administração (taxas acima de 2% podem ser consideradas muito caras). Caso não esteja satisfeito, opte pela portabilidade após analisar opções melhores no mercado. O mix VGBL + Tesouro oferecerá uma liquidez, rentabilidade e estabilidade à sua carteira, superior à que você tem hoje.

Lucas Radd de Oliveira, é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF). 

As respostas refletem as opiniões da autora. O IBCPF e o Infomoney não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Perguntas devem ser feitas por meio da plataforma Ganhe Mais. Cadastre-se gratuitamente e tire suas dúvidas com planejadores certificados e capacitados.


Conheça mais sobre a IBCPF, Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros
http://www.ibcpf.org.br/

Contato