Em onde-investir / infomoney-responde

Tenho R$ 20 mil na poupança, mas quero sair; que opções tenho?

Leitor tem, além da quantia, uma renda mensal de R$ 1.900 e procura melhores opções de investimento

Pergunta:

Tenho 19 anos e R$ 20 mil em poupança, além disso, tenho uma renda fixa de R$ 1.900,00. Atualmente não tenho absolutamente nenhum tipo de despesa e faço graduação em Marketing. Gostaria de saber quais são as melhores opções de investimentos e negócios para fazer meu dinheiro render.

Leitor: Henrique

Resposta de Anderson Peres, CFP, planejador financeiro certificado pelo IBCPF:

Prezado Leitor, 

Primeiramente parabéns pela disciplina em poupar praticamente toda sua renda.

Com o breve perfil que consegui extrair das suas informações, entendo que não precisará desse recurso poupado no curto prazo e isso permite você aplicar em ativos com prazos maiores. 

Com relação as possíveis alocações, tracei duas opções que atenderão suas expectativas, sendo uma conservadora e outra com maior risco. 
1º opção: 40% em NTN-B (IPCA + 6,35%) / vencimento 2019 
                10% em NTN-B (IPCA + 6,69%) / vencimento 2035 
                50% em LFT 
2º opção: 40% em NTN-B (IPCA + 6,35%) / vencimento 2019 
                10% em NTN-B (IPCA + 6,69%) / vencimento 2035 
                 30% em ações que pagam bons dividendos 
               20% em LFT 

Para isso, você terá que procurar uma Corretora de Valores Mobiliários para que possa comprar esses títulos, fatalmente seu banco comercial poderá realizar essa operação. Atenção as taxas que sua corretora cobrará.

A escolha das NTN-B é para preservar seu valor investido da inflação, nesse caso representado pelo IPCA, e trará o ganho real que é a taxa pre-fixada ao lado (que nesse caso é de 6,35% e 6,69% - respectivamente). Quando analisamos as expectativas de inflação para 2014, algumas instituições financeiras projetaram o IPCA em 6,0%. Nesse caso de uma inflação em 6,0% e um taxa pré 6,36%, teríamos um retorno de 12,36% no próximo ano.

Vale ressaltar que esse título é recomendado que leve-o até o vencimento, pois o preço de venda esta sujeito a mercado, e dependendo da volatilidade da taxa de juros, o preço unitário na venda pode ser menor do que os esperado. A NTN-B com vencimento em 2019 é a com vencimento mais próximo disponível no Tesouro Direto, por isso a recomendação de 40% da carteira, já o vencimento em 2035 é de somente 10% pois o prazo é longo e será volátil, entretanto possui uma taxa de juros real superior.

A LFT é um título que remunera a taxa Selic seus investidores e possui grande liquidez no mercado. Assim, caso você tenha necessidade de recurso, esse papel seria a melhor opção visto que, em sua grande maioria, é negociado sem deságio. Isso significa, que dificilmente você irá vendê-lo a um preço inferior ao de compra ou com algum desconto. Atualmente a Selic esta em 10% ao ano e a expectativa de alta da taxa Selic para os próximos anos beneficiam investidores que possuem esse papel, uma vez que o título é pós-fixado e irá acompanhar a mesma taxa.

Caso possua apetite a risco, sugiro uma carteira de ações, que não ultrapasse 30% do seu valor poupado. Historicamente e mundialmente falando, carteira de ações no longo prazo apresentam resultados superiores a títulos de renda fixa. Mas é necessário que você esteja consciente que os preços variam diariamente por diversos motivos. Para isso, você pode criar uma carteira em sua Corretora, a mesma que utilizará para os títulos públicos, e seguir suas recomendações.

Sugiro papeis que pagam bons dividendos, que no longo prazo, ao reinvestir o valor recebido, apresentam bons retornos. Caso não sinta-se confortável em operar diretamente, uma opção são os fundos de investimento em ações, que você contrata (em conjunto com os demais investidores) um gestor profissional para realizar as movimentações. Atenção ao valor da taxa de administração que seu banco irá cobrar para realizar esse serviço. 

Anderson Peres é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF). 

As respostas refletem as opiniões do autor. O IBCPF e o Infomoney não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Perguntas devem ser encaminhadas para onde_investir@infomoney.com.br


Conheça mais sobre a IBCPF, Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros
http://www.ibcpf.org.br/

 

Contato