Recorde histórico

Indústria de fundos brasileira alcança R$ 5 trilhões de patrimônio líquido

Conforme dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), existem mais de 16,4 milhões de contas ativas no país

SÃO PAULO – O patrimônio líquido da indústria brasileira de fundos de investimento alcançou a marca simbólica R$ 5 trilhões nesta semana, valor que representa 74% do Produto Interno Bruno (PIB) do país de 2018 e que corresponde a aplicações feitas nos mercados doméstico e offshore.

Conforme dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), existem mais de 16,4 milhões de contas ativas no país. De acordo com o ranking mundial da Associação Internacional de Fundos de Investimento (IIFA), o Brasil ocupa o décimo lugar entre as maiores indústrias de fundos do globo.

A última grande marca da indústria havia sido alcançada em setembro de 2017, com R$ 4 trilhões de patrimônio líquido.

PUBLICIDADE

Mercado em 2019

Em maio, os fundos de investimento tiveram captação líquida de R$ 44,9 bilhões, depois dos resgates de R$ 15,3 bilhões em abril. Contribuíram positivamente para o resultado os fundos de renda fixa (com saldo líquido positivo de R$ 10,6 bilhões) e de ações (R$ 2,4 bilhões), enquanto os multimercados sofreram resgate de R$ 5,1 bilhões, dando sequência à saída de recursos em abril (R$ 5,9 bilhões).

No ano até maio, a indústria de fundos acumula captação líquida de R$ 86,5 bilhões, valor 29,4% superior ao dos primeiros cinco meses de 2018.

Quer investir nos melhores fundos do mercado? Abra uma conta gratuita na XP