Tem o pior desempenho entre pares globais

Goldman Sachs diz que bolsa brasileira é a “candidata ideal” para recuperação

De olho em maior apetite a risco e retomada das commodities, estrategistas recomendam posição comprada no Ibovespa

(Getty Images)

(Bloomberg) — O Goldman Sachs está com uma visão otimista para o mercado acionário brasileiro, que registra a pior performance entre pares globais no acumulado do ano.

Em queda de mais de 48% em moeda americana desde o começo de 2020, as ações brasileiras devem se beneficiar do maior apetite por ativos de risco e da recuperação dos preços de commodities no segundo semestre, escreveram estrategistas liderados por Kamakshya Trivedi, em relatório de 20 de maio.

“As ações brasileiras são candidatas ideais para uma recuperação”, disseram os estrategistas. Eles recomendaram uma posição comprada no Ibovespa com target de curto prazo de 90.000 pontos, ou cerca de 9% acima dos níveis atuais.

As ações brasileiras viram o desconto para seus pares emergentes aumentar à medida que o avanço da pandemia de Covid-19 levou a uma deterioração do cenário econômico e fiscal. Os ativos locais foram particularmente atingidos pela turbulência política, em meio a um sentimento de desconfiança sobre como o presidente Jair Bolsonaro tem enfrentado a crise.

Ainda assim, um rali em direção aos 90.000 pontos deixaria o Ibovespa cerca de 22% abaixo do nível em que o índice encerrou o ano passado.

Como ler o mercado financeiro e aproveitar as oportunidades: conheça o curso A Grande Tacada, do Fernando Góes – de graça nos próximos dias!