Em onde-investir / fundos-de-investimento

Os melhores fundos para investir em 2019 - Ações, multimercados, renda fixa e DI

"Tendo em vista a agenda econômica do novo governo, enxergamos uma grande oportunidade em fundos mais arrojados", diz Felipe Moraes, sócio da Messem Investimentos.

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO -  Poucos profissionais são capazes de entender tão bem o cenário econômico e captar as principais nuances dos mercados financeiros como os gestores de fundos. 

Eles são investidores experientes e estudam no detalhe os mercados que atuam – além de serem auxiliados por equipes de analistas que acompanham de perto as empresas e os principais ativos que podem fazer parte da carteira.

Por isso, colocar seu dinheiro em bons fundos de investimentos é uma das melhores formas de ter retorno de maneira consistente.

Para ajudar você no processo de escolha, nós conversamos com o assessor de investimentos Felipe Moraes, sócio da Messem Investimentos, e pedimos que ele selecionasse bons fundos de investimentos das principais categorias – multimercado, ações, DI e renda fixa.

Veja abaixo alguns fundos que valem a pena ficar de olho e colocar parte do seu dinheiro em 2019. 

Os melhores fundos de investimentos das principais categorias
Fundos DI Renda fixa Multimercados Ações
Iridium Apollo Crédito Privado LP XP Crédito Estruturado 360 Absolute Vertex FIM (alta vol) Kapitalo Tarkus
AZ Quest Luce Exodus 180 Crédito Privado Ibiuna Hedge STH (alta vol) Alaska Black
Quasar Advantage Valora Absolute CP LP Bahia AM Marau (média vol) Mauá Capital Ações
Porto Seguro FI Referenciado DI Crédito Privado Polo Crédito Corporativo Advisory Kinea Chronos Multimercado (média vol) AZ Quest TOP Long Biased
XP Referenciado DI CP Quasar Debêntures Incentivadas Sulamérica Tático Moat Capital FIC FIA

A maioria destes fundos estão disponíveis na carteira da XP Investimentos. Clique aqui para investir

O percentual de alocação em cada fundo depende muito do perfil de risco de cada investidor. Quem não suporta perdas, deve concentrar sua aplicações em fundos menos voláteis e com maior concentração em ativos de renda fixa. 

Mas é bom lembrar que este ano promete boas oportunidades àqueles que aceitarem correr  um pouco mais de risco. "Tendo em vista a agenda econômica do novo governo, enxergamos uma grande oportunidade em fundos mais arrojados, sobretudo os ligados à bolsa", acredita Moraes.

Veja abaixo como montar sua carteira de fundos, de acordo com seu perfil.
  Conservador Moderado Agressivo
Liquidez (DI) 10% 5% 5%
Renda fixa 90% 30% 20%
Multimercados   45% 45%
Ações   20% 30%

 

Este conteúdo faz parte do Guia Onde Investir 2019 do InfoMoney. Clique aqui e baixe o guia completo - é de graça!

 

Contato