Em onde-investir / fundos-de-investimento

"Olhamos muito mais para o preço do que para a história da ação"; bilionária Kondor Invest revela sua estratégia na bolsa

Felipe Campos foi o entrevistado do "Papo com Gestor" desta semana; Kondor Invest possui atualmente R$ 2,6 bilhões em ativos sob gestão 

SÃO PAULO – Uma das estratégias utilizadas pela gestora bilionária Kondor Invest para lucrar na bolsa é o foco no preço dos ativos mais do que em sua história e potencial de alta – e a manobra tem se mostrado positiva. É o que revela a entrevista do Papo com Gestor desta semana, que recebeu Felipe Campos, gestor do fundo multimercado Kondor Long Short e do fundo de ações Kondor Institucional FIA. Atualmente, a gestora está com R$ 2,6 bilhões em ativos sob gestão.  

O Kondor Long Short está com um desempenho de 125% do CDI em 2017 e de 130% do CDI desde a sua criação, em agosto de 2010. Já o fundo de ações Kondor Institucional FIA está com rentabilidade de 22% neste ano (contra 19,5% do Ibovespa) e de 81% desde 2011 (contra 60% do benchmark no mesmo período).

“Como a gente olha muito para preço, às vezes a gente acaba entrando em cases que não são vistos pelo mercado como seguros, mas para nós segurança está muito mais no preço que pagamos do que se a empresa vai mudar ou não. No final, a gente gosta de pagar barato em coisas que a gente acredita que vão mudar lá na frente”, disse Campos, que chegou na Kondor em 2009, três anos depois da fundação da gestora. “Nosso jeito de fazer é olhar muito mais para o preço do que para a história”, complementa (veja a entrevista no vídeo acima).

O gestor diz que o objetivo dos investimentos da Kondor é tentar achar as assimetrias do mercado e isso só é possível quando o preço está a seu favor. “Vemos muitas vezes as pessoas discutindo o 'upside' (potencial de valorização), mas o que a gente gosta é o preço, quando vemos que temos pouco para perder”, conta. Para amenizar o risco de comprar o que o mercado acha que é ruim, Campos gosta de ponderar o tamanho destes investimentos no portfólio - ou seja: quanto mais arriscado, menor será a participação na carteira. "Calculamos risco em bolsa de uma forma mais criteriosa e fundamentalista, não levando tanto em conta as estatísticas, mas testando cenários, modelos e analisando o risco para cada investimento”, explica.

Durante a entrevista, Campos comentou sobre Petrobras (PETR4), hoje uma das maiores participações do fundo e compartilhou suas perspectivas para a bolsa no ano de 2018. Confira no vídeo acima.

Papo com Gestor é um programa de entrevistas semanais apresentado por Thiago Salomão, editor-chefe do InfoMoney. O programa é fruto de uma parceria com a XP Investimentos e trará toda semana uma entrevista com gestores que estão se destacando dentro da lista de fundos da plataforma da XP.

Quer investir no fundo Kondor Long Short ou Kondor Institucional FIA? Clique aqui e abra a sua conta na XP

 

Contato