anbima

Fundos de curto prazo têm melhor captação em prévia do mês

De acordo com dados da Anbima, estes fundos já captaram R$ 7,824 bilhões no acumulado do mês

Por  Diego Lazzaris Borges

SÃO PAULO – Os fundos do tipo Curto Prazo aparecem como destaque de captação líquida (diferença entre depósitos e saques) da indústria de fundos até o dia 24 de maio. De acordo com dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), estes fundos já captaram R$ 7,824 bilhões no acumulado do mês. Na sequência, aparecem os fundos do tipo Renda Fixa, com R$ 5,820 bilhões a mais de depósitos do que saques.

Na mesma linha, os fundos do tipo Referenciado DI captaram R$ 2,209 bilhões até o dia 24. Com captação menor, mas também positiva, aparecem os fundos Multimercado Multiestratégia  (R$ 1,472 bilhão), Multimercados Juros e Moedas (R$ 1,179 bilhão) e Ações Livre (R$ 735 milhões).

Piores captações
Até o dia 24 de maio, os fundos Renda Fixa Índices apareciam com captação negativa de R$ 277 milhões, a pior da indústria. Também com mais saques do que depóstos estão os ETFs  (negativa em R$ 230 milhões) e os do tipo Multimercado Estratégia Específica (negativa em R$ 147 milhões).

Compartilhe