Gestão

Fundos ativos ou passivos: qual a melhor opção?

Colunista do site Motley Fool acredita que as pessoas não devem sair de fundos ativos se eles tiveram uma performance no último ano

Por  Leonardo Pires Uller

SÃO PAULO – Vários investidores aprenderam que, se não podem superar o mercado, o melhor que podem fazer é se unir a ele através dos ETFs (Exchange Traded Funds). Afinal, os fundos de índices são uma maneira barata de investir em vários papéis e aproveitar o movimento de alta de determinado índice ou setor. No entanto, muitas pessoas, apenas enxergando o curto prazo, acabam abandonando estratégias mais consolidadas de investimentos em fundos com gestão ativa, o que pode não ser uma boa escolha, segundo o colunista Dan Caplinger do site Motley Fool.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

Fundos com gestão ativa podem ter dificuldade de se manter no topo por muito tempo e seu custo mais alto também é uma desvantagem em comparação aos fundos passivos. No entanto, para o colunista, pensar apenas no curto prazo é a razão errada para sair de um investimento de gestão ativa. Ele cita como exemplo o fundo norte-americano Fairholme, que, em 2011, acumulava três anos seguidos no top dos melhores fundos large-cap. Contudo,  o fundo investiu em empresas do setor financeiro ,como o Bank of America e a AIG, que não se saíram tão bem e trouxeram grandes perdas ao fundo, levando muitos investidores a saírem.

Em 2012, no entanto, essas empresas tiveram um bom desempenho e o fundo mais que dobrou o resultado do S&P 500. O colunista reforça que a queda certamente enfraqueceu os resultados do fundo no longo-prazo, todavia, o caso reforça como os fundos com gestão ativa em queda podem subir bruscamente.

Dan Caplingler afirma ainda que é importante que os investidores não entrem em pânico e que, caso optem por um ETF, façam isso não porque seus fundos não foram os mais bem colocados esse mês. O colunista encerra afirmando que tanto optando por fundos de gestão ativa, quanto fundos de gestão passiva, o importante é que as pessoas comecem a investir o quanto antes para garantir retornos maiores.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

Compartilhe