Recomendações

FIIs: BB Investimentos recomenda compra de KNCR11 e HGBS11

A instituição financeira vê possibilidade de ganho de capital no HGBS11 e bons dividendos no KNCR11

Por  Wellington Carvalho -

 

O BB Investimentos passou a recomendar a compra dos fundos imobiliários Kinea Renda Imobiliária (KNCR11) e Hedge Brasil Shopping (HGBS11), conforme aponta a edição de agosto da carteira recomendada de FIIs da instituição financeira.

De acordo com Richardi Ferreira e Victor Penna, analistas que assinam o documento, a indicação do Hedge Brasil Shopping tem como foco o ganho de capital com o fundo.

“Acreditamos que o fundo tem potencial de seguir elevando o patamar de distribuição [de dividendos], o que deve sustentar a recuperação da cota no médio e longo prazos”, sinaliza Ferreira.

Em 12 meses – considerando a valorização da cota e a distribuição de rendimentos –, o fundo acumula queda de 1,67%, de acordo com dados da Economatica, plataforma de informações financeiras. A taxa de retorno com dividendos da carteira no período está em 7,01%.

O Hedge Brasil Shopping encerrou o semestre passado com investimentos em 17 shopping centers, distribuídos em doze cidades e cinco Estados. De acordo com relatório gerencial, a carteira tem participação direta em 12 empreendimentos e possui cotas de FIIs que englobam outros cinco complexos comerciais.

Em relação à recomendação do Kinea Renda Imobiliária, os analistas do BB Investimentos tomam como base o potencial de distribuição de dividendos da carteira.

Com patrimônio líquido de R$ 4,19 bilhões, o portfólio do fundo é composto predominantemente por certificados de recebíveis imobiliários (CRI). 85,4% dos títulos estão indexados à taxa do CDI (certificado de depósito interbancário), que acompanha a taxa básica de juros da economia nacional, a Selic, atualmente em 13,25% ao ano.

“Nossa recomendação para o fundo está em linha com o cenário macroeconômico que vem se desenhando para os próximos meses, de queda gradual da inflação e manutenção dos juros em patamares mais elevados”, pontua Penna. “Tal cenário tende a favorecer os fundos de ‘papel’ com maior exposição ao CDI, como é o caso do Kinea Renda Imobiliária”, finaliza.

Em 12 meses, a taxa de retorno com dividendos do fundo está em 11,25%. No dia 11 de agosto, a carteira deposita R$ 1,15 por cota, equivalente a um ganho mensal de 1,12%.

Compartilhe