Central de FIIs

Ifix fecha mais uma sessão no campo positivo; FII XPPR11 é destaque de alta

O fundo imobiliário XP Properties (XPPR11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 2,8%

Por  Wellington Carvalho -

O Ifix – índice que reúne os fundos imobiliários mais negociados na B3 – fechou a sessão desta terça-feira (23) com alta de 0,06%, aos 2.931 pontos. Foi a 14ª sessão de ganhos consecutiva do indicador. O fundo XP Properties (XPPR11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 2,8%. Confira os demais destaques de hoje ao longo do Central de FIIs.

A Vibra Energia (VBBR3) iniciou ação para mudar regras do contrato de locação do imóvel que abriga a sede da empresa e cujo aluguel serve como lastro de um certificado de recebíeis imobiliários (CRI) presente na carteira do FII Banestes Recebíveis (BCRI11). O procedimento foi confirmado em fato relevante divulgado pelo fundo nesta segunda-feira (22).

“A Vibra Energia – atual denominação de Petrobras Distribuidora S.A. – ingressou com pedido de arbitragem contratual na Corte Internacional de Arbitragem para discutir as condições contratuais do instrumento particular de contrato atípico de locação firmado entre a BR e a Confidere OGB Imobiliária e Incorporad, em 14 de abril de 2011”, pontua o texto.

O fundo diz ter tomado conhecimento da ação e não trouxe mais detalhes sobre a iniciativa da Vibra Energia. A carteira prometeu divulgar novos esclarecimentos na medida em que as informações forem apresentadas para a emissora do CRI, a Bari Securitizadora.

O CRI é um título adquirido por investidores que passam a ter direito de receber as receitas geradas por um empreendimento imobiliário, que podem ser resultado da venda de apartamentos ou mesmo do valor da locação do espaço.

No caso do Banestes Recebíveis, o fundo recebe parte do aluguel cobrado da Vibra Energia pela locação de edifício, constituído por uma torre única com dez pavimentos e quatro subsolos, localizado no Rio de Janeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o relatório gerencial, o CRI representa 0,02% da carteira do FII, que tem um patrimônio líquido de R$ 664 milhões. Atualmente, 90% da carteira é composta por recebíveis, 6% por cotas de outros fundos imobiliários e 4% por fundos de investimento.

Maiores altas desta terça-feira (23):

TickerNomeSetorVariação (%)
XPPR11XP PropertiesOutros2,8
CARE11Brazilian Graveyard and Death CareOutros1,69
SARE11Santander RendaHíbrido1,54
BPFF11Brasil Plural AbsolutoTítulos e Val. Mob.1,48
FCFL11Campus Faria LimaOutros1,46

Maiores baixas desta terça-feira (23):

TickerNomeSetorVariação (%)
ARRI11Átrio Reit RecebíveisTítulos e Val. Mob.-2,11
GTWR11Green TowersLajes Corporativas-1,82
CVBI11VBI CRITítulos e Val. Mob.-1,56
BCFF11BTG Pactual Fundo de FundosTítulos e Val. Mob.-1,53
RBRP11RBR PropertiesOutros-1,36

Fonte: B3

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Rio Bravo Renda Educacional (RBED11) quer captar R$ 49 milhões em nova oferta

XP Investimentos
Abra a sua conta e ganhe uma mochila XP Aston Martin
Confira os 4 passos para garantir a sua
EU QUERO

O FII Rio Bravo Renda Educacional aprovou, nesta segunda-feira (22), a quarta emissão de cotas do fundo, que pretende captar até R$ 49,3 milhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O valor unitário das novas cotas foi fixado em R$ 141,57 e a taxa de distribuição será de R$ 1,06, totalizando um preço de subscrição de R$ 142,63.

Na abertura do mercado nesta terça-feira (23), os papéis do Rio Bravo Renda Educacional estavam sendo negociados a R$ 129,79, abaixo do valor de subscrição.

Os cotistas com posição no fechamento da sessão desta sexta-feira (25) terão direito de preferência na oferta, que poderá ser exercido entre os dias 29 de agosto e 9 de setembro.

Com patrimônio de R$ 286 milhões, o portfólio do fundo é composto por sete imóveis que somam uma área bruta locável (ABL) de 92 mil metros quadrados. Os espaços estão locados para nomes como Ânima, Anhanguera e Pitágoras, empresas do setor educacional.

Dividendos hoje

Confira quais são os dois fundos que distribuem rendimentos nesta terça-feira (23):

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

TickerFundoRendimento
BVAR11Brasil Varejo R$  7,98
NCRA11Nch Cra Fiagro R$  1,31

Fonte: InfoMoney. Tickers com final diferente de 11 se referem aos recibos e direitos de subscrição dos fundos.

 

Giro Imobiliário: taxa de ocupação nos hotéis sobe 80,5% em 2022, aponta FOHB

A taxa de ocupação na rede hoteleira no Brasil subiu 80,5% nos sete primeiros meses de 2022 se comparado com o mesmo período de 2021, aponta estudo do Fórum de Operadores de Hotéis do Brasil (FOHB), que monitora 459 estabelecimentos, responsáveis por 73.023 unidades habitacionais (UHS), ou quartos.

A recuperação do setor – um dos mais prejudicados pelas restrições impostas pela pandemia da Covid-19 – começa a refletir também nas operações dos fundos imobiliários do segmento, que têm sinalizado a retomada e aumento na distribuição de dividendos.

O levantamento do FOHB aponta ainda que a diária média nos primeiros sete meses do ano registrou alta de 33,5% em relação ao primeiro semestre de 2021. Na mesma base de comparação, o RevPar (receita de hospedagem por quarto) cresceu 141%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com dados do FOHB, a taxa de ocupação apresentou desempenho positivo em todas as localidades, variando entre 50,4% no Norte e 91,7% no Sudeste entre janeiro e julho.

 

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Newsletter
Liga de FIIs
Receba em primeira mão notícias exclusivas sobre fundos imobiliários

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe