Guia InfoMoney

Entenda como visualizar movimentos de mercado através do candlestick

Gráfico japonês permite a visualização mais rápida de preços de abertura, fechamento, máximas e mínimas de uma ação

Por  Camila Schoti -

SÃO PAULO – Muitos investidores utilizam o gráfico de barras para visualizar os movimentos do mercado e suas tendências, seja de um índice de ações, ou de uma ação específica. Porém, outro tipo de gráfico pode prover uma orientação visual mais simples e rápida do que o gráfico de barras. Você sabe qual é este tipo de gráfico?

O Candlestick surgiu em 1850 no Japão, mas só conquistou o ocidente no século passado. Este gráfico leva este nome por ser formado por retângulos e traços que lembram velas, com os retângulos também sendo conhecidos como o corpo dos candlestick.

Através da utilização do candlestick, assim como do gráfico de barras, é possível saber o preço de abertura, de fechamento e as máximas e mínimas do ativo. Mas a diferença crucial entre os dois gráficos é o apelo visual do candlestick.

Entenda o gráfico japonês
Cada retângulo pode representar dias, semanas, meses e etc, dependendo da escolha do período. Cada retângulo é disposto lado a lado num gráfico, como o gráfico de barras, mas o tamanho de cada retângulo representa a diferença entre o preço de abertura e de fechamento do ativo, e cada traço na extremidade do corpo representa a máxima ou a mínima do período, de forma que existem padrões definidos que podem indicar a reversão de uma tendência identificada no mercado.

Um ponto bastante interessante é que cada retângulo pode possuir duas cores, cada uma delas significa que naquele período o ativo fechou em baixa ou em alta. Assim, à primeira vista, já é possível identificar o comportamento do mercado em relação àquele ativo. Simultaneamente, o traço na extremidade superior vai representar a máxima do período e o traço inferior representará a mínima, independente da cor do corpo.

Desta maneira, quando o corpo do ativo não possui preenchimento, ou seja, é branco, significa que o preço de fechamento daquele ativo foi maior que seu preço de abertura, e, dependendo do tamanho do corpo, a diferença entre estes preços foi grande ou pequena.

Mas, quando o corpo do ativo possuir preenchimento, este teve seu preço de fechamento inferior ao preço de abertura, e da mesma maneira, o tamanho do retângulo mostrará a diferença entre estes preços.

Interpretações básicas do candlestick

Uma das interpretações básicas que se pode fazer, dentre as diversas que o candlestick fornece, é saber quão intensa é a pressão de compra ou venda de um ativo. Assim, quanto mais longo o retângulo, maior será a pressão de compra se ele for sem preenchimento, ou a pressão de venda, se ele for preenchido. Inversamente, menores serão estas pressões quanto menor for o retângulo.

Contudo, estudos mostram que, caso os corpos dos candlestick sejam pequenos e os traços sejam maiores que os corpos estão, não há uma tendência definida no mercado, de forma que a cor do retângulo não é muito relevante numa situação destas.

Prática torna a visualização mais simples

É importante ressaltar que os analistas recomendam a combinação de gráficos e indicadores, e a confirmação da tendência identificada através de, pelo menos, quatro indicadores, normalmente disponíveis com os gráficos. Assim, uma sugestão, seria combinar o candlestick com, por exemplo, o indicador de médias móveis e o estocástico.

O estudo dos gráficos de candlestick mostra que há em torno de quarenta padrões que indicam a reversão de uma tendência de mercado e cerca de dezesseis padrões que mostram a continuidade da tendência, que auxiliam os analistas na confirmação das tendências reveladas pelos diversos indicadores disponíveis.

Por fim, para um melhor entendimento do gráfico de candlesticks é preciso prática. Habitue-se a observar gráficos de candlestick, a princípio ele poderá parecer mais complexo, mas com o uso você poderá até preferir o gráfico japonês ao gráfico de barras comum.

Para saber mais sobre análise técnica, seu conceitos, fundamentos e os diversos tipos de gráficos e indicadores clique aqui

Compartilhe