Cresce a participação de investidores de varejo na BM&F Bovespa em janeiro

Mesmo com o crescimento, os investidores pessoa física permanecem na segunda posição, atrás dos estrangeiros

SÃO PAULO – No primeiro mês do ano, a participação dos investidores pessoa física no volume total da BM&F Bovespa passou para 33,46%, ante 29,50% registrados em dezembro de 2008.

Mesmo com o crescimento, os investidores de varejo permanecem na segunda posição do ranking de participação dos investidores na bolsa. A primeira posição segue com os investidores estrangeiros que, apesar de um recuo frente ao último mês do ano passado, ainda mantêm a liderança.

Participação dos investidores

As aplicações realizadas por investidores estrangeiros representaram 34,10% do volume total da bolsa, ante 36,15% registrados no final do ano passado, como mostra a tabela abaixo:

Tipo de InvestidorDezembro 2008 (%)Janeiro 2009 (%)
Estrangeiros36,1534,10
Pessoa Física29,533,46
Institucionais23,8223,84
Instituições financeiras6,156,33
Empresas4,22,18
Outros0,170,09

Fonte: BM&F Bovespa

Pessoas físicas continuam em alta

O número de pessoas físicas que aplicam na Bolsa de Valores de São Paulo continua em alta.
No final do primeiro mês do ano, a CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) contabilizava 537.863 contas de investidores de pessoa física, alta de 15,2% frente aos 466.830 de janeiro de 2008.

Clubes de investimento

Os registros de clubes de investimento – grupos de pessoas físicas que se unem para investir na bolsa – somaram 30 em janeiro. No total, a BM&F Bovespa encerrou o mês passado com 2.778 clubes de investimentos.

Segundo os dados divulgados nesta sexta-feira (6), o patrimônio líquido totalizou R$ 8,3 bilhões e o número de cotistas é de 148,6 mil, segundo os últimos números disponíveis, de dezembro de 2008.