Confira a agenda da primeira semana de junho

A primeira semana de junho será bastante tranqüila no que diz respeito à divulgação de índices econômicos. Os principais destaques estão ligados à publicação de índices de inflação no Brasil, como o IPC de maio pela Fipe na terça-feira, e a prévia do IGP-M da primeira decena, feito pela Fundação Getúlio Vargas na quinta-feira. Além […]

A primeira semana de junho será bastante tranqüila no que diz respeito à divulgação de índices econômicos. Os principais destaques estão ligados à publicação de índices de inflação no Brasil, como o IPC de maio pela Fipe na terça-feira, e a prévia do IGP-M da primeira decena, feito pela Fundação Getúlio Vargas na quinta-feira. Além disso, teremos nos EUA uma nova temporada de divulgação de resultados financeiros pelas empresas.

A segunda-feira começa com a divulgação pelo DIEESE, da pesquisa nacional sobre o custo da cesta básica, realizada em 16 capitais brasileiras. Durante a parte da tarde, também será anunciada, pela Secretaria de Comércio Exterior, a balança comercial referente ao período de 28 de maio a 3 de junho.

Na terça-feira, a Fipe deve anunciar o IPC, Índice de Preços ao Consumidor, referente ao mês de maio. Nos Estados Unidos serão divulgados dois importantes índices. O primeiro productivity and costs, que mede a produtividade e os custos de mão-de-obra de toda a economia norte-americana, excluindo-se a agricultura e a pecuária, fatores determinantes na inflação. Já o segundo, factory orders, calcula o volume de pedidos, feitos à industria como um todo, de bens duráveis e bens não duráveis. Por sua vez, na Europa está prevista a divulgação do industrial producer prices, um indicador dos preços para os países que adotam a moeda comum européia. Finalmente, na Argentina é aguardado o anúncio do IPC para o quinto mês do ano.

A quarta-feira se inicia com a divulgação da taxa de desemprego na Europa, e com o anúncio do Comitê de Política Monetária do Banco da Inglaterra sobre a taxa básica de juros do país. Já os EUA devem divulgar os estoques norte-americanos de petróleo e gás natural. Internamente, o IBGE deverá publicar o IPC, índice de custo de vida, referente ao mês de maio.

Na quinta-feira, a Alemanha deverá divulgar a taxa de desemprego de maio. Também na Europa, é esperada a reunião do Conselho de Política Monetária do Banco Central Europeu para decidir sobre a taxa básica de juros na zona do euro. Nos EUA, será reportado o indicador do número de pedidos de auxílio-desemprego, initial claims, referente ao período de 28 de maio a 3 de junho, que é previsto em torno de 430 mil pedidos. A Argentina prepara para quinta-feira a divulgação de sua balança comercial. Na parte da tarde, a Fundação Getúlio Vargas deverá anunciar a prévia do IGP-M de junho.

Por fim, na sexta-feira haverá somente o anúncio do PIB, Produto Interno Bruto, da Europa, que mede todos os bens e serviços nos países que compõem a zona do euro.