Educação

Como comprar ações da Cogna Educação (COGN3); passo a passo para investir

Maior grupo privado de educação do país, Cogna cresceu com estratégia de aquisições de faculdades, mas está diversificando atuação

arrow_forwardMais sobre
(Image by Gerd Altmann from Pixabay)

A Cogna Educação (COGN3), conhecida até 2019 como Kroton, é uma empresa que tem atraído cada vez mais atenção dos investidores. Não é para menos: com receita líquida de R$ 5,5 bilhões em 2018, este é maior grupo privado de educação do Brasil.

Se você também tem interesse em comprar ações da companhia, confira alguns pontos relevantes sobre a empresa e seu mercado antes de tomar uma decisão.

O que você deve saber antes de comprar

A Cogna atende mais de 2,4 milhões de estudantes no Brasil, sendo 1 milhão de alunos atendidos diretamente e 1,4 milhão por meio de escolas e instituições parceiras. Sua atuação compreende desde a educação básica até o ensino superior, incluindo cursos de idiomas e materiais didáticos.

PUBLICIDADE

Depois de ter concentrado suas forças no ensino superior nos últimos anos, com a compra de várias faculdades – como Unopar e Anhanguera -, a companhia está ampliando sua atuação em outros mercados.

Embora o grupo exista há mais de 50 anos, o nome Cogna é recente. Até o final de 2019, a companhia se chamava Kroton. A mudança de nome ocorreu no contexto de uma reestruturação dos negócios.

O principal objetivo da mudança foi diversificar sua atuação, olhando além das faculdades e reforçando a prestação de serviços para outras empresas. Veja como todas as mudanças impactaram o valor de mercado da empresa nos últimos anos:

Existem alguns fatores que exercem grande influência sobre os negócios da Cogna e devem ser acompanhados de perto pelos seus investidores. Confira quais são os principais:

Reestruturação de negócios

Quem deseja investir em COGN3 deve compreender que a empresa iniciou uma nova etapa depois da sua reestruturação. Com a mudança, o grupo Cogna passou a deter quatro marcas. Uma delas conservou o nome de origem – Kroton – e ficou responsável pelas atividades de ensino superior presencial e à distância; outra é a Saber, que consolida os serviços de educação para o ensino básico, cursos de idiomas e materiais didáticos para escolas públicas.

A terceira frente de negócios é a Vasta Educação, marca que atua com prestação de serviços para escola de ensino básico a partir de um modelo de assinatura e produção de material didático. A quarta marca é a Platos, com prestação de serviços para outras instituições de ensino. O grupo pretende ainda atuar com investimentos em novas frentes por meio do braço Cogna Ventures.

PUBLICIDADE

Esta diversificação é um tema importante para os investidores da Cogna, pois o sucesso da estratégia impactará os resultados e o desempenho das suas ações.

Mudanças no radar

A criação de diferentes áreas de negócios da Cogna despertou no mercado uma expectativa de que a empresa poderá abrir capital das diferentes marcas no futuro. Não demorou muito para a Cogna confirmar, no final de 2019, que uma das opções em estudo é uma oferta inicial de ações (IPO) da Vasta Educação nos Estados Unidos. A Vasta é dona dos sistemas de ensino Anglo e pH e das editoras Saraiva, Ática e Scipione.

Aquisições de outras empresas também devem ficar no radar de quem deseja investir na Cogna. A companhia já afirmou, por exemplo, que a subsidiária Saber pretende crescer por meio de aquisições e por meio de abertura de novas unidades. A empresa possui apenas 1% de participação no mercado de gestão de escolas privadas e deu início a um novo ciclo de crescimento depois da reestruturação do grupo.

Influência da renda

Por ser uma empresa de ensino privado, a Cogna é impactada pelo comportamento da economia, pois quanto maior é a renda dos brasileiros, mais a demanda pelos seus produtos e serviços tende a crescer. Já em um cenário de crise econômica, seus negócios tendem a enfrentar maiores desafios.

Quem investe em COGN3 deve saber que o papel pode reagir de acordo com as expectativas do mercado em relação ao poder de consumo da população.

Passo a passo para comprar

Se você ficou interessado em comprar ações da Cogna, confira o passo a passo que deve seguir antes de tomar uma atitude.

1) Analise seu perfil de investidor
Colocar seu dinheiro em ações de empresas envolve uma boa dose de instabilidade, pois os papéis variam o tempo todo. Embora seja possível compreender a estratégia da empresa e ter algumas expectativas sobre o futuro, sempre existe a possibilidade de uma notícia inesperada corroer o valor das ações.

Quem tiver comprado o papel para vender no curto prazo pode se encontrar em uma situação difícil ao precisar vender a ação por um valor mais baixo. Uma forma mais segura de investir em ações é focar no longo prazo, deixando para vender somente no momento em que o preço estiver favorável.

Por isso, antes de fazer uma compra, pense em qual é o seu objetivo e avalie por quanto tempo você pode deixar o dinheiro aplicado. Quanto mais tempo, menores são os riscos de ficar exposto aos altos e baixos do mercado de ações.

2) Fique de olho na empresa
Para ter mais segurança de investir nas ações da Cogna Educação, uma dica importante é acompanhar as notícias sobre a companhia e os relatórios de análise feitos pelas corretoras e casas de análise.

Ler os últimos resultados trimestrais divulgados pela área de relações com investidores da empresa também é uma boa ferramenta para se familiarizar com o assunto. Outra prática recomendável é acompanhar o comportamento dos papéis diretamente pelo home broker.

3) Abra uma conta em uma corretora
Para comprar ou vender ações, é preciso ter uma conta em uma corretora. Existem mais de 80 instituições autorizadas pela B3. Verifique as taxas de corretagem, que são cobradas sempre que comprar ou vender uma ação – pode ser um valor fixo ou percentual sobre a operação.

Corretoras como a Clear não fazem essa cobrança. Quanto menor for esse custo, menor o impacto sobre o resultado das operações. Depois que a conta estiver aberta, envie dinheiro para a corretora por meio de uma transferência (TED ou DOC) a partir do seu banco.

Depois, acesse o home broker – sistema de negociação online – ou ligue para a mesa de operações e passe sua ordem. Nesse momento, você terá de informar quantas ações quer comprar e a que preço.

Seja sócio das melhores empresas do país: abra uma conta gratuita na Clear com taxa ZERO para corretagem!