Queda

Com inflação alta, poupança tem seu pior resultado em quase 12 anos

A rentabilidade da poupança ficou negativa em mais de 1%

SÃO PAULO – Em maio de 2015, a poupança teve o pior resultado em 12 meses de outubro de 2003, completando uma série de seis meses consecutivos de perda para a inflação, de acordo com dados da consultoria Economática. Na série de doze meses, o ganho real da caderneta ficou negativo em 1,06%. 

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais e tenha acesso a uma rede de centenas de planejadores financeiros certificados e capacitados 

O ganho real da poupança, já descontando a inflação, ficou negativo em 0,12% em maio. Já no mês de abril, a queda foi de 0,1%. Em outubro de 2003, o desempenho negativo da principal aplicação financeira do Brasil ficou em 1,9%.

PUBLICIDADE

No acumulado de 2015 até o quinto mês do ano, a poupança perde para as principais aplicações com queda real de 2,15%, aponta a consultoria de investimentos. No mesmo período, o Ibovespa, principal índice de ações da bolsa brasileira, tem alta real de 0,16% e a melhor aplicação é o ouro, com alta real de 14,12%.

Já no acumulado dos últimos doze meses, a poupança só ganha do Ibovespa. Queda real de 5,07% para o índice de ações, contra queda de 1,06% da caderneta. Nesse caso, o dólar é a melhor aplicação, com alta de 30,88%.

Por fim, analisando o governo Dilma, que se iniciou em janeiro de 2011, a poupança também é a segunda pior aplicação: alta real de 0,5%, contra queda de 43,11% do Ibovespa. O dólar é, mais uma vez, a melhor aplicação, com alta real de 42,57%.