Renda fixa

Carteiras de curto prazo registraram os melhores desempenhos em maio, diz Anbima

O IMA-S registrou retorno de 0,95% no mês passado, seguido do IRF-M1 que avançou 0,91%

Por  Weruska Goeking

SÃO PAULO – As carteiras de curto prazo registraram as melhores performances da renda fixa em maio, de acordo com os índices da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

O IMA-S, composto por ativos atrelados à taxa Selic, registrou retorno de 0,95% no mês passado, seguido do IRF-M1 (prefixados até um ano), que avançou 0,91%. Na ponta contrária, o IMA-B5+ (NTN-Bs acima de cinco anos), índice de prazo mais longo, recuou 1,78%.

No consolidado do mês, todos os índices tiveram recuperação nos dias posteriores a 18 de maio, quando haviam sido verificadas as maiores quedas diárias das séries históricas, iniciadas em 2003. O dia 18 foi caótico no mercados financeiro brasileiro, após a divulgação da conversa entre o presidente Michel Temer e o dono da JBS, Joesley Batista. Na bolsa, houve circuit break e o dólar fechou o dia na maior alta em 14 anos.

Essa recuperação, no entanto, não foi suficiente para reverter os impactos das variações verificadas naquele dia. Os resultados expressam o aumento da percepção de risco dos investidores decorrente de incertezas do quadro político.

Veja o desempenho:

ÍndiceAté 17 de maioNo dia 18 de maioDe 19 de maio em dianteAcumulado do mês de maio
IRF-M1,31%-3,48%2,58%0,30%
IRF-M10,68%-0,49%0,73%0,91%
IRF-M1+1,53%-4,51%3,24%0,09%
IMA-B2,87%-7,52%3,87%-1,19%
IMA-B50,92%-2,72%1,95%0,08%
IMA-B5+3,81%-9,73%4,82%-1,78%
IMA-S0,51%0,04%0,40%0,95%
IMA Geral1,55%-3,67%2,24%0,01%
Compartilhe