Ampliação da grade

Canadá, Suíça, México e Coréia do Sul: confira os 13 BDRs de ETFs liberados para todos os investidores a partir de 2ª feira

Setor financeiro americano, fatores ESG e uma nova alternativa para investir no próprio mercado brasileiro também compõem o grupo

(Getty Images)

SÃO PAULO – A partir da próxima segunda-feira (12), 13 novos BDRs de ETFs poderão ser acessados por qualquer investidor.

Os instrumentos permitem a exposição a índices globais de ações e renda fixa, e têm sido liberados ao público geral pela B3 em tranches – em muitos dos casos, o acesso ainda é restrito apenas aos investidores considerados qualificados pela legislação, que são aqueles com mais de R$ 1 milhão em aplicações financeiras.

Em junho, outros nove BDRs de ETFs haviam sido admitidos à negociação por qualquer investidor.

Na nova leva de BDRs de ETFs que passa a ficar disponível a todos os interessados na semana que vem, o investidor poderá comprar produtos que oferecem diversificação geográfica aos mercados acionários do Canadá, da Suíça, da Coréia do Sul, de Hong Kong e do México, entre outros.

Temas de caráter mais setorial, como o setor financeiro americano ou de ações boas pagadoras de dividendos, bem como àqueles que privilegiam fatores ESG, também fazem parte do grupo, assim como uma nova alternativa para investir no próprio mercado brasileiro.

Confira a seguir a lista dos BDRs de ETFs liberados a todos os investidores na próxima segunda-feira.

Liberados para todos os investidores pessoas físicas em outubro de 2020, os BDRs são emitidos no Brasil, mas representam outro ativo emitido por companhias abertas, ou assemelhadas, com sede no exterior.

Originalmente, o produto era referenciado apenas em ações de empresas estrangeiras. Mudanças regulatórias promovidas em setembro pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) permitiram ao instrumento ter como referência os ETFs – fundos que se propõem a replicar grandes índices do mercado de ações ou de renda fixa –, além de garantir o acesso dos BDRs por qualquer investidor.

PUBLICIDADE

Os BDRs de ETFs começaram a ser negociados na B3 ao fim de novembro. Em maio deste ano, eles representavam um estoque de R$ 2,4 bilhões, um forte aumento em relação aos R$ 143 milhões de dezembro de 2020, segundo dados da Bolsa. O número de investidores também vem crescendo, e passou de 419 para 7,6 mil no período.

Curso gratuito mostra como iniciar carreira no mercado financeiro começando do zero, com direito a certificado. Inscreva-se agora.