Brasil parece bom lugar para alocar capital, mas com otimismo moderado, avalia Stuhlberger

Já do lado internacional, o CEO e CIO da Verde afirmou que vê um cenário global melhor e que não está com grande estrutura de hedge (proteção) atualmente

Bruna Furlani

Luis Stuhlberger (Foto: Germano Lüders)

Publicidade

Apesar de muita coisa já ter “ido para o preço” dentro da Bolsa, Luis Stuhlberger avalia que o país ainda parece bom lugar para alocar capital. O otimismo, porém, deve ser visto de forma moderada.

“Mercado andou muito em novembro e dezembro. Tem uma parte que vai na expectativa de queda de juros. Parte do carry já foi. Bolsa já andou, mas ainda parece um bom local para alocar capital”, destacou o CEO e CIO da Verde, durante painel em evento do UBS, nesta terça-feira (30).

Já do lado internacional, o executivo afirmou que vê um cenário global melhor e que não está com grande estrutura de hedge (proteção) atualmente.

Oferta Exclusiva

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ao olhar para a queda de juros, o executivo destacou que o Banco Central Europeu deve iniciar o corte de juros após o Federal Reserve (Fed, banco central americano), mas ponderou que o processo de afrouxamento monetário talvez tenha que ser rápido, a depender da desaceleração da economia europeia.