BM&F lançará serviço eletrônico para pequenos investidores

Contratos de derivativos de menor valor poderão ser negociados através da Internet, atraindo pequenos investidores

SÃO PAULO – No início do segundo semestre do ano a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros de São Paulo) irá lançar um serviço eletrônico que permitirá que pequenos investidores possam operar contratos de derivativos, como os mini contratos do índice Bovespa, por exemplo, via Internet.

Mesmo não dispensando a intermediação de uma corretora credenciada, a exemplo do que já ocorre com os home brokers – atualmente bastante populares no mercado de ações – o serviço trará mais segurança e menos risco tanto aos investidores quanto à BM&F.

Novo serviço trará maior comodidade e segurança

Atualmente tanto um grande quanto um pequeno investidor têm de seguir o mesmo procedimento para investir em derivativos na BM&F, ou seja, contatando uma corretora credenciada via telefone ou fax para fazer sua ordem de negócio.

Com lançamento previsto para o início do segundo semestre desse ano, o serviço de investimentos via internet da BM&F será voltado para pequenos investidores, tornando mais fácil esse tipo de operação.

Esse serviço, mediado por uma corretora, também trará diminuição de risco para o investidor, dada a complexidade do mercado de derivativos, diminuição de custos e também maior garantia para todos os investidores e para a BM&F.

Novas possibilidades de investimento

Segundo Noêmio Spinola, Diretor de Imprensa e Mídia da BM&F, atualmente somente 1% dos negócios da instituição são feitos por pequenos investidores. A cultura inflacionária brasileira tornou o investimento no mercado de derivativos distante da realidade desses pequenos investidores, algo que esse novo serviço procurará atenuar.

Atualmente os negócios da BM&F são realizados tanto em “viva voz” como eletronicamente, sendo que essa segunda modalidade já é responsável por 20% dos negócios da instituição, pois opera até três horas a mais que o pregão tradicional.