Batendo recordes, BlackRock quer dobrar volume negociado de ETFs em 2011

BOVA11 registrou giro financeiro de R$ 66,12 milhões na última sexta-feira; papel já é o 14ª mais negociado na bolsa

SÃO PAULO – A BlackRock espera dobrar o volume de negociações das ETFs (Excange Trade Funds) iShares listadas na BM&FBovespa (BVMF3), após um novo recorde de volume negociado dos papéis BOVA11, registrado na última sexta-feira (19), de R$ 66,12 milhões.

Segundo Saulo Mendes, diretor de mercados e capitais da instituição, a gestora pretende aumentar ainda no primeiro trimestre de 2011 a oferta de ETFs oferecidos ao mercado, se pautando pela diversificação da família de setoriais.

Demanda deve crescer
Para o executivo, os recordes consecutivos nos volumes negociados dos papéis indexados ao índice Bovespa demonstram o sucesso deste produto, acreditando ainda na boa perspectiva em relação à ampliação da gama de clientes, apontando que diversas corretoras já oferecem opções de compra de ETFs a seus clientes.

O efervescente mercado brasileiro se apresenta como campo fértil para a expansão de ETFs, dado que até o momento existem apenas sete deste produtos oferecidos na BM&FBovespa, dos quais seis são administrados pela BlackRock. No ano, a quantidade global de ETFs cresceu 22,3%.

Desempenho
Nos últimos 30 dias, os ETFs BOVA11 apresentam valorização de 1,21%, e nos últimos 365 dias a alta acumulada é de 5,62%.