Carteira

Banco do Brasil, Unidas e mais 8 ações para investir neste mês, segundo a Rico

Para fevereiro, carteira conta com 10 ativos que buscam superar a inflação e o Ibovespa no longo prazo

SÃO PAULO – A Rico Investimentos divulgou uma alteração em sua carteira recomendada de ações para fevereiro. Apresentado no início do mês, o portfólio havia retirado Usiminas (USIM5) e incluído Braskem (BRKM5) e Vale (VALE3). Além disso, houve redução em Rumo (RAIL3), Sabesp (SBSP3) e B3 (B3SA3), bem como aumento em Banco do Brasil (BBAS3) e Petrobras (PETR4).

Na última sexta-feira (8), porém, a opção de Thiago Salomão, analista responsável pela seleção, foi por retirar as ações de Vale e aumentar Sabesp e Rumo. Além disso, 1% do capital ficou em caixa para o apontamento de uma estratégia com “puts” (opções de venda), visando proteger a carteira.

Segundo Salomão, duas notícias sobre Vale vieram no curto prazo e mudaram a perspectiva que tinham sobre a real assimetria do investimento: i) a perda do direito de operar a licença de Laranjeiras, onde está a mina de Brucutu (responsável por 8% da produção nacional da Vale); ii) a descoberta de que funcionários da Vale sabiam dos riscos em Brumadinho dois dias antes da tragédia.

PUBLICIDADE

“Embora acreditamos que para o longo prazo a Vale continua sendo uma tese de investimentos de “conversão à média”, acreditamos que as coisas podem demorar bem mais para voltar ao normal ou até mesmo podem piorar neste curto prazo”, escreve.

Composta por 10 ações, a Carteira Rico Premium utiliza da análise fundamentalista para a seleção e busca entregar um retorno absoluto (acima da inflação) e superior ao Ibovespa. O relatório é voltado para investidores arrojados, que tenham horizonte de investimento de médio e longo prazos.

Com relação à inclusão de Braskem, Salomão explica que foi uma postura defensiva, visto que a ação não acompanhou o movimento positivo do mercado e sua alta de curto prazo deve-se à retomada das conversas de venda da sua fatia detida pela Petrobras. “Além disso, a Braskem possui exposição ao dólar, o que traz um ingrediente extra de proteção à nossa carteira caso a moeda tenha uma correção para cima no curto prazo”, escreve.

Por outro lado, a saída de Usiminas deve-se ao discurso do governo de abertura comercial, que pode trazer efeitos negativos de curto prazo para o setor siderúrgico. “Embora seja uma das empresas que mais gostamos na tese de ‘recuperação do Brasil’, pelos ganhos com alavancagem operacional que terá”, escreve Salomão.

Histórico

A Carteira Rico Premium foi criada em janeiro de 2016 (como Carteira InfoMoney Premium) e até o final de janeiro de 2019 acumulava rentabilidade de 166,79% contra alta de 121,51% do Ibovespa. Em janeiro, a seleção teve alta de 10,5%, contra um desempenho positivo de 10,8% do índice no mesmo período.

Confira, abaixo, a seleção de ativos recomendada para fevereiro (com as alterações). Para investir, clique aqui

PUBLICIDADE
EmpresaTickerPeso
Banco do BrasilBBAS312,9%
Unidas/LocamericaLCAM311,5%
CVCCVCB311,7%
PetrobrasPETR410,6%
Magazine LuizaMGLU39,6%
AmbevABEV39,9%
BraskemBRKM59,0%
B3B3SA38,3%
SabespSBSP38,3%
RumoRAIL36,9%
Dinheiro em caixa1,3%