Entenda

Banco Central decreta liquidação extrajudicial da corretora Walpires

Segundo comunicado da instituição, o decreto leva em conta a "grave situação patrimonial e de liquidez" e outros problemas envolvendo a corretora

SÃO PAULO – O Banco Central anunciou na manhã desta sexta-feira (5) a liquidação extrajudicial da corretora de investimentos Walpires. Os bens do controlador Sérgio Ferreira Pires e dos ex-administradores André Luiz Silva e Rafael Barbosa Moreira foram bloqueados.

Segundo comunicado da instituição, o decreto leva em conta a “grave situação patrimonial e de liquidez, as graves violações às normas legais que disciplinam a atividade da instituição, bem como a existência de prejuízos que sujeitam a risco anormal os seus credores”.

A corretora foi fundada em 1963 em São Paulo por Waldemar Pires, que na época atuava como preposto de corretor oficial de fundos públicos. Dois anos depois, uma nova resolução do Banco Central passou a permitir que os corretores oficiais e seus prepostos transformassem seus escritórios em Sociedades Corretoras; foi a partir daí que a Walpires começou a atuar no mercado da bolsa de valores.

PUBLICIDADE

Invista melhor o seu dinheiro e sem taxa de corretagem: abra sua conta na Clear.