URGENTE Tentativa de assalto a Viracopos fecha rodovia e terminal de aeroporto

Tentativa de assalto a Viracopos fecha rodovia e terminal de aeroporto

Carteira recomendada

As 8 ações favoritas da Rico Corretora para setembro

Nos últimos 12 meses, a carteira da Rico acumula ganhos de 23,55% contra 22,32% do Ibovespa

 SÃO PAULO – A equipe de análise da Rico divulgou sua carteira recomendada de ações para setembro e quatro das oito ações que compõem o portfólio deixaram o time. As ordinárias da Vale (VALE3), B3 (BVMF3), Pão de Açúcar (PCAR4) e Weg (WEGE3) saíram para dar lugar aos papéis da Cyrela (CYRE3), Gerdau (GGBR4), BrMalls (BRML3) e Carrefour (CRFB3). 

 Em agosto, a carteira teve ganhos de 6,60%, enquanto o Ibovespa avançou 7,46%. Nos oito meses do ano, o portfólio ficou à frente do Ibovespa em seis deles. Nos últimos 12 meses, a carteira da Rico acumula ganhos de 23,55% contra 22,32% do principal índice da B3.

PUBLICIDADE

 Veja a carteira recomendada da Rico para setembro: 

Empresa Ticker
PetrobrasPETR4
CyrelaCYRE3
GerdauGGBR4
Itaú UnibancoITUB4
BrMallsBRML3
Lojas AmericanasLAME4
CarrefourCRFB3
RumoRAIL3

O peso das ações na carteira é equivalente a 12,5% por ação.

A Rico destaca que a BrMalls (BRML3) é a maior empresa de shoppings da américa latina, com participação em 44 shoppings centers e seus 10 maiores empreendimentos contribuem com aproximadamente 55% do NOIs. Apesar do momento da economia do país e dos resultados dos últimos trimestres não apresentarem pontos apenas positivos, principalmente em função do cenário atual, a corretora as ações da BrMalls em uma recomendação macroeconômica diante da perspectiva de continuidade de queda da Selic, e consequente expectativa de retomada da economia.

A/CRFB3 Cyrela (CYRE3) atua em todas as etapas do negócio imobiliário de forma independente ou através de parcerias, sempre detendo o controle do projeto.

A Rico avalia que, apesar do momento da economia do país e dos resultados dos últimos trimestres da companhia não terem sido satisfatórios devido, principalmente ao cenário atual brasileiro, a recomendação de compra das ações também é decorrente da perspectiva de continuidade de queda da taxa básica de juros, com a consequente retomada da economia, e a perspectiva de volta da cessão de crédito e “grande possibilidade de resolução que regula os distratos entre membros do setor e autoridades do governo”.

O Carrefour (CRFB3) é a rede varejista de produtos alimentares líder no Brasil, em termos de venda, sendo ainda a única rede de lojas próprias com presença em todo território nacional. A entrada da companhia no portfólio do mês reflete o fato de as vendas da empresa serem, em grande parte (mais de 60%), provenientes do segmento de atacado, que apresenta sólido histórico de crescimento e margens superiores no setor. As iniciativas operacionais que têm contribuído para ajudar a melhorar as margens da empresa também influenciam na recomendação de compra.

PUBLICIDADE

A Gerdau (GGBR4) é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia – as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano.

A recomendação de compra pela Rico leva em consideração o anúncio de reajuste de 15% para os preços dos aços longos a partir de setembro no Brasil, a perspectiva de incremento de demanda diante do anúncio do governo acerca das privatizações e concessões e o suporte apresentado pelo mercado nos últimos resultados da companhia.

A Petrobras (PETR4) é sugerida uma vez que os analistas da Rico não acreditam que os preços do petróleo recuem drasticamente do nível atual de cerca, de US$ 50/barril. A mudança de postura da gestão após Pedro Parente assumir como presidente da estatal, a perspectiva de estabilidade ou até continuidade de valorização do real ante o dólar, melhorando o perfil do fluxo de caixa, também contribuem positivamente para a avaliação da empresa.

Além disso, a venda de ativos já realizadas nestes últimos meses e as negociações de outros – reduzindo o preocupante endividamento da companhia – e a aprovação na Câmara de Deputados do projeto de mudança de regras de exploração do pré-sal, o que desobriga a empresa a participar de todos os leilões de exploração, pesaram positivamente para a recomendação.

 As ações da Lojas Americanas (LAME4) foram mantidas na carteira devido à perspectiva de incremento de resultados com a melhora da economia e a redução da taxa de juros, seja nas lojas físicas ou no e-commerce. Também colaboram a expectativa de redução de alavancagem.

 A Rico recomenda as ações da Rumo (RAIL3) devido às medidas tomadas pela empresa em meados de 2016 que garantem o fluxo de caixa neste ano e por ter uma perspectiva positiva para 2017 devido aos volumes robustos garantidos pela produção. A expectativa da extensão de contratos relevantes à companhia, como a Malha Paulista, também é favorável.

Sobre as ações do Itaú Unibanco (ITUB4), a Rico acredita que o negócio, em geral, é rentável e está estar bem posicionado no setor, devido principalmente aos “excelentes resultados” apresentados ao longo dos últimos trimestres. A visão otimista também é decorrente da perspectiva pela retomada da economia, priorizando a estabilidade ou queda da taxa de inadimplência, além da expectativa pela redução da taxa Selic.