Aplicações em previdência aberta no segmento private crescem 62,3% em 2011

Em termos gerais, a indústria de Private Banking registrou aumento de 21,6% no volume de ativos sob gestão, diz Anbima

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – As aplicações em previdência aberta cresceram 62,3% em 2011, no segmento private, de acordo com dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) divulgados nesta sexta-feira (23). Em valores, a modalidade alcançou R$ 19,3 bilhões sob gestão no período.

Em termos gerais, a indústria de Private Banking registrou aumento de 21,6% no volume de ativos sob gestão (alcançando R$ 434,4 bilhões), praticamente o mesmo ritmo de expansão do ano anterior, quando o crescimento foi de 22,9%.

Renda fixa na sequência
Apesar do destaque para previdência, os ativos de renda fixa também cresceram no período (37,4%), alcançando R$ 159,3 bilhões, seguido pelos fundos, com alta de 22,1%, para R$ 187 bilhões.

De acordo com a Anbima, “o crescimento do volume de ativos sob gestão no segmento Private em 2011 foi mais acelerado no primeiro semestre, ao que tudo indica, em função da maior aversão ao risco observada na segunda metade do ano”.

Para a associação, no segundo semestre, “o crescimento das aplicações em ativos de renda fixa foi insuficiente para compensar o menor crescimento das aplicações em fundos e a redução do volume em ativos de renda variável”.

A tabela abaixo mostra, por semestre, desde junho de 2010, a posição de cada ativo sob gestão na indústria de Private Banking:

Posição por AuM* por ativo (em R$ bilhões)
AtivoJun/10Dez/10Jun/11Dez/11
Fundos132,5153,1177,3187
Ativos de renda variável5668,464,562,9
Ativos de renda fixa108,7116134,7159,3
Previdência aberta7,711,914,919,3
Outros (inclui Caixa/Poupança e outros investimentos5,37,96,75,9
Total310,2357,3398,2434,4