Em onde-investir / acoes

Bolsa bate 100 mil pontos: e agora, para onde vamos?

Quem responde essa questão é Karel Luketic, analista-chefe da XP Investimentos

SÃO PAULO - O Ibovespa superou a marca histórica dos 100 mil pontos nesta segunda-feira (18) às 14h44 (horário de Brasília), mas mesmo não conseguindo se sustentar no fechamento, é um nível importante.

Refletindo a reforma da Previdência e acompanhando a espera das reuniões do Copom (Comitê de Política Monetária) e do Fomc (Federal Open Market Committee), a alta animou o mercado e os investidores. Mas e agora, para onde vamos?

Quem respondeu essa pergunta é Karel Luketic, analista-chefe da XP Investimentos. O estrategista foi entrevistado por Ana Laura Magalhães, especialista em investimentos e fundadora do canal Explica Ana, no YouTube do InfoMoney.

Segundo ele, que tem projeção de nível de 125 mil pontos para o índice ao fim deste ano, a bolsa não está cara e o múltiplo do P/E (Preço sobre Lucro) indica que há espaço para a bolsa continuar andando. "Se agente acertar, não será uma linha reta", pondera o analista lembrando que o mercado passará por correções.

Karel ressalta ainda que o cenário externo tem se mostrado melhor que a tensão que estava no ano passado, o que ajuda a fazer o mercado brasileiro andar. Além disso, o analista afirma que o investidor estrangeiro ainda não veio para o Brasil, o que só deve ocorrer após a aprovação da reforma da Previdência.

Por sinal, este será o principal motor da bolsa daqui para a frente. E mesmo que a Previdência demore para sair ou passe por uma forte diluição no Congresso, a visão é que o Ibovespa volte para os 90 mil pontos, o que segundo ele ainda não é um cenário tão ruim.

Veja a entrevista no player acima

 

Contato