Em onde-investir / acoes

"Mercado é imediatista, mas nervosismo passa e Bolsa pode dar uma boa esticada”, diz Bredda sobre reforma

Na opinião do gestor, a Bolsa poderá ter bons ganhos, principalmente quando houver a aprovação final da reforma da Previdência

Henrique Bredda
(Flavio Santana/Biofoto)

SÃO PAULO – O Ibovespa abriu em alta e manteve os ganhos até o texto da reforma da Previdência ser entregue por Jair Bolsonaro ao Congresso, nesta manhã. Pouco antes do meio dia, no entanto, o índice virou para queda e agora opera perto da estabilidade.

Para o gestor Henrique Bredda, da Alaska Asset Management, haverá atritos, brigas e “vai-e-vem” do texto no Congresso antes da aprovação. “O mercado tem chance de ficar nervoso, pois é imediatista. Mas como a reforma da Previdência é uma necessidade imperativa, matemática, ela passará de uma forma ou de outra”, disse ao InfoMoney.

Bredda comanda o fundo de ações Alaska Black BDR Nível1, eleito o melhor fundo de ações pelo Ranking InfoMoney-Ibmec - invista no fundo pela XP Investimentos. Abra sua conta, é grátis

Na opinião do gestor, a Bolsa poderá ter bons ganhos durante esse processo, principalmente quando houver a aprovação final. “Assim que virar essa página - o que ainda pode demorar alguns meses - tem chance da Bolsa dar uma boa esticada. Isso até enfrentarmos o próximo desafio, que ainda não sei qual será”, afirmou.

Otimismo com a Bolsa

O otimismo do gestor com o mercado acionário brasileiro já dura algum tempo. O Alaska Black BDR tem mandato para investir em empresas internacionais por meio das BDRs (recibos de ações internacionais negociadas na B3). No entanto, desde o início o fundo opera 100% comprado em ações nacionais e vendido no dólar.

Ele também mostrou seu entusiasmo com a Bolsa durante o evento de premiação do ranking na semana passada

"Falta dinheiro para o Alaska comprar tudo o que gostaríamos na Bolsa", disse. "Quando olhamos o momento atual, achamos que não tem condições de comprar outra coisa que não seja Bolsa brasileira", continuou o gestor.

 

Tudo sobre:  Ações  

Contato