Em onde-investir / acoes

As melhores ações para pegar carona no crescimento do varejo

A equipe de análise da XP Investimentos tem visão positiva para o setor este ano e destaca que as vendas no varejo são altamente alavancadas ao PIB; eles recomendam a compra de três papéis

fachada Lojas Americanas
(Divulgação)

SÃO PAULO – As vendas do varejo devem crescer 5,2% em 2019 de acordo com a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

O número considera as vendas do varejo ampliado – que inclui setores automotivo e de materiais de construção. Como base de comparação, o mercado projeta um crescimento de 2,53% para o PIB (Produto Interno Bruto) este ano.

A equipe de análise da XP Investimentos tem visão positiva para o setor este ano e destaca que as vendas no varejo são altamente alavancadas ao PIB - entre 1,5 e 2 vezes, em média. E pode ser acima em períodos de recuperação mais fortes.

“Em um ambiente macroeconômico mais construtivo como o que vemos adiante isso deve levar a riscos positivos para vendas online e crescimento mesmas lojas ao longo de 2019” diz analista Betina Roxo, em relatório.

Para aproveitar o crescimento do setor o investidor pode comprar ações e se beneficiar da alta dos papéis. Para a XP, as melhores empresas do setor para investir este ano são B2W, Lojas Americanas e Via Varejo. 

“Esperamos que as empresas continuem a apresentar um sólido crescimento de vendas mesmas lojas em 2019, beneficiando-se de um cenário macroeconômico mais saudável e do crescimento nas vendas online”, diz o relatório.

Veja abaixo a explicação da analista para as recomendações. Quer investir nelas? Abra já sua conta na XP - é grátis!

B2W – Preço-alvo de R$ 58

Na visão da equipe de análise, a B2W está bem posicionada para se beneficiar do crescimento do mercado online, enquanto o marketplace deve continuar a melhorar as margens e o capital de giro.

Além disso, a plataforma Ame Digital tem um grande potencial e deve impulsionar a geração de fluxo de caixa. Por conta disso, a XP aumentou o preço-alvo de R$ 43 por ação para R$58 por ação.

Via VarejoPreço-alvo de R$ 7

 A XP destaca que o papel opera com um múltiplo atrativo em relação aos seus pares (9x P/L 2020) e a expectativa é que os resultados melhorem.

“[isso dá] o benefício da dúvida sobre a recente reestruturação da diretoria, que consideramos positiva. Acreditamos que os resultados precisam ser entregues para que as ações reajam e destacamos que a venda do acionista controlador ao mercado, caso a empresa não for vendida a um comprador estratégico, poderia gerar pressão no fim de 2019”, diz a XP.

Lojas Americanas - Preço-alvo de R$ 25

Para a analista, a Lojas Americanas deve continuar se beneficiando das aberturas de lojas, combinadas com a resiliência de vendas mesmas lojas. Além disso, ela destaca as iniciativas de integração com o negócio online, por meio de sua subsidiária B2W.

“Aumentamos nosso preço-alvo de R$ 21 para R$ 25 devido ao forte desempenho esperado para o final de 2018 e 2019”, diz o relatório.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa com a ajuda da melhor assessoria do país: abra sua conta de investimentos na XP - é de graça! 

 

Contato