Em onde-investir / acoes

XP elege ações queridinhas do varejo após Black Friday superar estimativas em 50%

Para analistas, setor é subpenetrado no país e possui grande potencial de crescimento e de geração de caixa

Compra online
(mtkang)

SÃO PAULO - A XP Investimentos divulgou relatório em que comenta o ótimo desempenho das vendas durante a Black Friday e elege suas queridinhas do varejo.com, reiterando a recomendação de compra para os papéis. São elas: Via Varejo (VVAR11) e B2W (BTOW3).

A equipe de research da XP destaca que o faturamento do e-commerce foi de R$ 2,6 bilhões entre quinta e sexta-feira, crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano passado e 50% acima dos 15% de alta estimados pela consultoria Ebit. Betina Roxo, analista que assina o relatório, reforça a visão positiva para o setor, afirmando que além de ser subpenetrado no país, possui grande potencial de crescimento e de geração de caixa.

De acordo com o relatório, a recomendação de compra de Via Varejo deve-se à estratégia de integração das lojas físicas com negócio online, que deve alavancar os resultados da companhia. Apesar disso, essa integração está um pouco lenta, o que fez a XP reduzir o preço-alvo de R$ 8,30 para R$ 7, totalizando um potencial de alta de 41,4% em relação ao fechamento do último pregão.

"Continuamos com uma visão positiva para o papel e acreditamos que uma melhora na visibilidade desse processo ajude a dar sustentação para a ação olhando para frente", escrevem os analistas.

Para B2W, porém, a XP espera que os frutos da evolução de sua plataforma e o crescimento do marketplace continuem sendo colhidos no próximo ano. Outro fator que contribui para a recomendação é o lançamento da Ame Digital, sendo uma ferramenta "de grande potencial de valor, ainda não precificada na ação".

A opção de Roxo foi por elevar o preço-alvo de R$ 36 para R$ 43, refletindo melhora de capital de giro e geração de caixa. O valor estimando implica em um upside de 15,3% em relação ao fechamento de sexta-feira.

Entre as maiores do varejo.com, Magazine Luiza ficou no escanteio. Segundo a XP, embora tenham uma visão positiva para a empresa, marcada por um forte crescimento do negócio online e pela resiliência das lojas físicas, o ponto de entrada nas ações da B2W e Via Varejo parecem mais interessantes, tendo em vista o desconto de VVAR11 e o potencial de crescimento de BTOW3 que, segundo Roxo, ainda não está completamente precificado na ação.

Invista nas ações de Via Varejo e B2W: abra uma conta na XP com taxa ZERO de manutenção

 

Contato