Em onde-investir / acoes

BTG recomenda compra para ação que pode se beneficiar com "cenário próspero"

Analistas estimam um upside de 18,47% para os papéis da companhia

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O BTG Pactual elaborou relatório em que recomenda compra para os papéis de Cosan (CSAN3), estimando um preço-alvo para os próximos 12 meses de R$ 51 - o que totaliza um potencial de valorização de 18,47% em relação ao fechamento da última quarta-feira (14). 

De acordo com o documento, a Raízen, Joint Venture da Cosan com a Shell, e responsável por cerca de 2/3 do EBITDA (Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, na sigla em inglês) da Cosan, apresentou bons resultados no 4º trimestre de 2017- desta vez com uma combinação mista de resultados, oriundos principalmente da divisão de energia. 

Segundo os analistas Thiago Duarte e Vito Ferreira, que assinam o relatório, o EBITDA ajustado da Raízen no período foi de R$ 1,69 bilhões, 2% abaixo do resultado apresentado no mesmo período no ano anterior e 4% abaixo do esperado. No business de combustíveis, o EBITDA ajustado foi de R$ 806 milhões - uma queda de 10% em relação ao mesmo período no ano anterior e 2% abaixo do previsto.

"Nós estamos em processo de revisão das nossas estimativas, mas não esperamos grandes mudanças em nossas recomendações atuais, o que coloca CSAN3 em um fluxo de caixa esperado de 7,5% em 2018, além de estar bem posicionada em um cenário macro que vem melhorando e no que vemos como uma opção boa de risco-retorno no açúcar", escrevem os analistas reforçando que o cenário permanece próspero. 

Ainda segundo a equipe de análise, os riscos do ativo estão relacionados à possibilidade do preço do açúcar demorar muito tempo para se recuperar, afetando os resultados da Raízen Energia. 

Quer investir melhor seu dinheiro? Clique aqui e abra uma conta na XP 

Contato