EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em onde-investir / acoes

2 setores para comprar na Bolsa antes da divulgação dos resultados de 2017

Marco Saravalle enfatiza que o ideal é se posicionar em ações desses dois setores antes da temporada de balanço

SÃO PAULO - A temporada de balanços que teve início na noite de segunda-feira (29) promete ser recheada de resultados positivos na esteira da recuperação econômica e do cenário de juros básicos em baixa. Apesar da maré otimista para todas as empresas do Ibovespa, segundo Marco Saravalle, analista da XP Investimentos, alguns setores devem se destacar.

"Os principais setores que devem surpreender são aqueles com maior alavancagem operacional, são os que mais sofreram na recessão e que devem ter melhor desempenho na recuperação", contou Saravalle em entrevista ao InfoMoney, destacando dois setores. 

O primeiro deles é o de siderurgia, devido à sua natural alavancagem operacional. "Não acreditamos que esteja precificado esse movimento de recuperação da atividade econômica", diz Saravalle. O prognóstico para os resultados do primeiro trimestre também é positivo, com o anúncio no aumento de preços das siderúrgicas.  

O segundo setor que deve trazer boas notícias com seus balanços é o varejo. Saravalle avalia que uma parte dos impactos da melhora na economia já está precificada nas ações deste segmento, mas o desempenho "bastante satisfatório" no Natal pode trazer surpresas positivas. 

Saravalle enfatiza que o ideal é se posicionar em ações desses dois setores antes da temporada de balanço. Seus papéis favoritos são Usiminas e CSN, devido à sua exposição ao mercado brasileiro bem maior do que Gerdau, por exemplo. 

"A CSN está mais exposta a construção civil, que demora a se recuperar, mas tem boas expectativas", acrescenta. 

No varejo, Saravalle acredita que o segmento como um todo deve entregar bons resultados. "As empresas fizeram muito a lição de casa", conta. Quem sair na frente com essa "lição de casa" foi o Magazine Luiza, mas o analista vê Via Varejo despontando neste momento.

"Ela demorou a fazer sua lição de casa, mas vemos que os resultados começam a aparecer. A Via Varejo deve ter um 'momentum'. Veio bem em 2017 e deve continuar surpreendendo em 2018", conta Saravalle.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Veja a entrevista completa do analista, onde Saravalle também comenta sobre as expectativas sobre dividendos, no vídeo abaixo: 

  

Contato