Em onde-investir / acoes

Analistas não recomendam compra para ação, mas enxergam potencial de valorização

Os analistas enxergam hipóteses que podem ser boas para companhia

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO – A consultoria de investimentos Lopes Filho elaborou relatório em que atribui recomendação de manutenção para os papéis da CESP (CESP6). Os analistas atestam que existem diversos fatores que precisam ser levados em conta na hora de analisar o caso de investimento, incluindo a perda recente de cerca de 75% de sua potência instalada, seus riscos jurídicos e sua perspectiva de privatização.

“Analisando-se a empresa, na situação atual, pós devolução das usinas, não encontramos um potencial de valorização expressivo, daí nossa recomendação Manutenção”, escreve equipe de análise da Lopes Filho sobre a elétrica.

No entanto, os analistas comentam que enxergam um potencial de valorização expressivo para o papel em dois cenários: caso ela venha a ser privatizada e o novo controlador retomar seu processo de crescimento e caso ela seja bem sucedida na esfera judicial e conseguir valores indenizatórios superiores aos propostos pelo governo.

“Por outro lado, a empresa está envolvida em diversos processos judiciais na qualidade de ré, implicando em potencial considerável de perdas futuras (também não mensuráveis). Apenas a parcela das pendências jurídicas provisionadas chega a valores da ordem de quase R$ 3 bilhões (próximo a 60% do valor econômico que encontramos para a companhia”, relata a Lopes Filho.

 

Contato