Em onde-investir / acoes

Brasileiro conhece pouco a bolsa e acha que é para ricos

Em contrapartida, mercado de ações é a escolha de apenas 1% dos entrevistados

ações - mesa - bolsa de valores - Bovespa - cotações
(Rafael Matsunaga/Wikimedia)

SÃO PAULO – Uma parcela muito pequena da população brasileira investe em ações. De acordo com a pesquisa “Educação Financeira”, realizada pelo Instituto Rosenfield a pedido da BM&FBovespa, apenas 1% dos entrevistados investe em papéis listados na bolsa, enquanto 44,4% aplicam na caderneta de poupança.

O levantamento mostrou que 43,5% não investe em ações porque não tem conhecimento, enquanto 21,3% afirma que não sobra dinheiro no final do mês. Já 11,9% dos entrevistados não investe na bolsa porque afirma que a renda é muito baixa. 

Para 57,6% dos respondentes, o seu conhecimento do mercado acionário é baixo, enquanto 31,2% disseram que têm conhecimento mediano da bolsa e apenas 3,7% têm alto conhecimento deste tipo de aplicação.

Ao serem questionados sobre a função do mercado de ações, quase 33% dos entrevistados conseguiram acertar, dentre algumas opções, qual a principal função deste mercado. Já quando foram perguntados sobre o que significa comprar ações de uma empresa, 59,2% conseguiu acertar.

Pesquisa
A pesquisa “Educação Financeira” foi realizada pelo Instituto Rosenfield a pedido da BM&FBovespa, tendo sido realizada entre os dias 27 de agosto e 6 de setembro deste ano nas regiões centrais brasileiras e em mais 100 municípios. O levantamento ouviu 2 mil pessoas e sua margem de erro é de 2 pontos para cima ou para baixo.

 

Contato