Conteúdo Patrocinado
Oferecido por

A porta de entrada para a profissão do futuro

Uma nova profissão tem tomado a atenção dos profissionais do mercado financeiro e de muitas pessoas que almejam trabalhar numa carreira empreendedora

arrow_forwardMais sobre

A carreira de Assessoria de Investimentos vem ganhando cada vez mais relevância, dando a possibilidade de maiores remunerações para seus participantes e proporcionando uma grande expectativa de carreira.

Com a taxa de juros na sua baixa histórica e o constante aprimoramento do mercado de capitais brasileiros, a demanda do público por melhores alternativas para a geração de renda via investimentos nunca esteve tão grande. Dessa forma, o número de pessoas que desejam entrar nesse novo mercado tem aumentado de forma inimaginável, apostando suas fichas na profissão do futuro.

Porém, muitas pessoas ainda possuem algumas dúvidas com relação a essa área de trabalho e como entrar nesse mercado.

– Mas, de fato, quais os benefícios em se tornar um Assessor de Investimentos?

O Assessor de Investimentos, formalmente conhecido como Agente Autônomo de Investimentos (AAI), atua como representante de uma instituição financeira, exercendo suas atividades em uma estrutura de sociedade dentro de um escritório, onde cada assessor atua como sócio representante e possui a chance de obter uma participação mais relevante nessa sociedade, assumindo um modelo de partnership.

Em outras palavras, o assessor que participa de um escritório como sócio acaba se tornando dono de uma parte da empresa, possuindo participação nos lucros desse empreendimento. Sendo assim, quanto mais o escritório cresce, mais o assessor cresce também.

Além disso, o assessor recebe uma remuneração variável de acordo com a receita proveniente de seu trabalho, ou seja, quanto mais produtivo for na atuação, maior será a sua capacidade de ganho.

A meritocracia é a palavra-chave desse mercado: “Mais se produz, mais se ganha”.

O potencial de rendimento do assessor é ilimitado, principalmente para aqueles que possuem boas relações com as pessoas, vontade de ampliar sua rede de networking e desejo de aprender cada vez mais sobre o mercado. Não é à toa que existem muitos assessores no mercado ganhando mais 20 mil reais por mês ainda jovens.

PUBLICIDADE

Como posso me tornar um assessor?

Para conseguir a autorização de exercer a atividade de Agente Autônomo de Investimentos (AAI), e atuar nesse mercado, é necessário que o candidato seja aprovado no exame de certificação realizado pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras (Exame Ancord).

Gostaria de falar com um especialista e saber o que mais é preciso para passar no Exame Ancord? Clique para agendar uma conversa.

Para a aprovação nesse exame o candidato precisa de uma quantidade de acertos de, no mínimo, 70% das questões do exame. Após a aprovação no exame Ancord, o candidato já pode requerer o seu credenciamento, assinar um contrato com uma instituição financeira e participar de um escritório de assessoria, dando início à sua carreira como profissional nesse mercado.

Porém, a maior dificuldade desse processo não está em encontrar uma instituição para assinar um contrato ou entrar numa sociedade de agentes autônomos de investimento, como já dito anteriormente, a demanda do mercado por mais profissionais é altíssima. A maior dificuldade está na aprovação no exame de certificação da Ancord, cujo índice de reprovação varia entre 70 – 80% e com uma média de provas executadas até a aprovação de 3 provas por candidato, sendo que cada inscrição custa mais de 460 reais.

Logo:

  • – A cada 5 pessoas que prestam a prova, 1 é aprovada.
    – Dessas pessoas que são aprovadas, o custo médio é de mais 1.300 reais.
  • A dificuldade do exame e sua exigência em termos de conteúdo programático, de fato é um grande desafio para qualquer um que queira entrar nesse mercado.
    Os principais desafios vividos pelos aspirantes a assessores no mercado atual são:
  • – Ser aprovado no exame da Ancord
    – E ser mais bem instruído em relação ao dia-a-dia do assessor
  • Muitos profissionais já estão se posicionando para auxiliar essas pessoas a superarem esses desafios e entrarem nesse mercado preparadas para tudo.

De acordo com o instrutor-chefe da Quaestor Educação, Vitor Marques Pereira: “A prova da Ancord é o primeiro desafio que todo assessor deve passar, mas não será o maior deles. A carreira do assessor é repleta de demandas que exigem desse profissional uma multiplicidade de conhecimentos e habilidades que vão além do conteúdo da prova, por isso que o suporte informacional é essencial para a introdução desse assessor no mercado”.

Já existem empresas atuando com o propósito de preparar esses profissionais para o mercado de assessoria, fornecendo cursos preparatórios para o exame Ancord e consultorias sobre como atuar nesse mercado.

PUBLICIDADE

Uma dessas empresas, a Quaestor Educação, acredita no potencial de crescimento dessa profissão e possui o desejo de contribuir na qualificação desses novos assessores, que ajudarão a mudar a cultura de investimento do brasileiro, com a missão de auxiliar esses novos empreendedores a dar o seu primeiro passo rumo a uma oportunidade de sucesso.

Quer passar no exame Ancord e dar esse primeiro passo rumo à profissão do futuro? Clique para conhecer a Quaestor Educação.

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.