Em ogxpetroleo

OGX amarga prejuízo de R$ 398,6 milhões no 2º trimestre

Companhia termina primeiro semestre com resultado líquido negativo em R$ 543 milhões, afetado principalmente pelo câmbio e poços secos

OGX 04 - Primeiro poço produtor
(Divulgação OGX)

SÃO PAULO - A OGX (OGXP3) terminou o segundo trimestre com um prejuízo líquido de R$ 398,6 milhões, frente a um saldo negativo de R$ 112,2 milhões no mesmo período do ano passado.  Também ficou negativo o Ebitda (Lucro antes de impostos, taxas, depreciação e amortização) em R$ 109,1 milhões entre os meses de abril e junho deste ano, sendo que no mesmo período do ano passado foi de R$ 107,5 milhões. 

Já no primeiro semestre, o resultado líquido ficou negativo em R$ 543 milhões, afetado principalmente pela variação do câmbio e efeito dos poços secos ou subcomerciais. 

Segundo o CEO (Chief Executive Officer) da companhia, Luiz Carneiro, "os projetos dentro do Grupo EBX estão ajudando a desenvolver uma plataforma de crescimento sólida e sustentável". Em julho, a companhia entregou a carga adicional de 800 mil barris de óleo à Shell, totalizando a entrega de 1,6 milhão de barris no ano, adicionou o executivo.

 

Contato