Podcast

Zee.Dog: Como três amigos de infância construíram a marca pet mais famosa do país, com faturamento de R$ 100 mi

A história da empresa é tema do podcast Do Zero ao Topo. Hoje, a Zee.Dog tem lojas próprias no Brasil e nos EUA e vende seus produtos em mais de 20 países

SÃO PAULO – Três cariocas sem qualquer experiência no mercado pet chegaram a uma das maiores feiras do segmento com camisetas pretas estampadas com a caveira de um cachorro, um stand colorido tocando hip hop e uma geladeira cheia de cerveja. O contraste com os tradicionais executivos do setor, com seus ternos em diferentes variações de cinza e azul, foi instantâneo.

“A gente estava daquele jeito porque essa é a nossa identidade, não porque queríamos nos destacar. Acabamos parecendo um bando de alienígenas na feira”, conta o empresário Felipe Diz. Felipe é um dos três fundadores da Zee.Dog e a feira em questão foi o pontapé inicial da empresa, que nasceu em 2012 criando algumas coleiras estampadas e deve fechar 2019 com faturamento de R$ 100 milhões.

PUBLICIDADE

Enquanto a maioria dos produtos pet são simplesmente commodities com algumas poucas variações de cores, a Zee.Dog rapidamente se destacou ao trazer o conceito de “fast fashion” para esse segmento. A marca lança uma nova coleção a cada três meses, com diferentes designs e estampas, incluindo linhas até mesmo da franquia Star Wars e do Mickey.

A história da Zee.Dog é tema do 24º episódio do podcast Do Zero ao Topo. O programa está disponível no player acima e também no SpotifySpreakeriTunesGoogle PodcastsDeezer e Castbox. É possível também fazer o download clicando aqui.

Um negócio entre amigos

Os irmãos gêmeos Felipe e Thadeu Diz sempre sonharam em trabalhar com o amigo de infância Rodrigo Monteiro, mas por um longo período o sonho pareceu impossível. Enquanto Felipe e Thadeu estudavam hotelaria e trabalhavam em diferentes empresas ao redor do mundo, Rodrigo seguia uma promissora carreira no mercado financeiro.

“Eu estava me destacando, tive uma ascensão muito rápida e aos 25 anos já tinha um bom cargo”, conta Rodrigo. Um dia, enquanto acompanhava o sobe e desce dos papéis do setor imobiliário, o telefone de Rodrigo tocou. Do outro lado da linha, Felipe e Thadeu lhe fizeram uma proposta: largar o mercado financeiro para fabricar coleiras para cachorros. Rodrigo topou sem pensar duas vezes.

Em seis meses os três cariocas montaram um plano de negócios, captaram US$ 10 mil por meio de um crowdfunding e foram à China descobrir como fabricar seus produtos. Com protótipos em mãos conseguiram um aporte e deslancharam a marca.

Hoje, a empresa tem lojas próprias no Brasil e nos Estados Unidos e está presente em mais de 20 países por meio de parcerias com distribuidores locais. A história completa do desenvolvimento e ascensão da Zee.Dog está no podcast Do Zero ao Topo.

PUBLICIDADE