Dinheiro

XP Inc. compra participação na Virgo, plataforma para PMEs acessarem mercado de capitais

Marketplace conecta projetos de médio porte a investidores e simplifica a captação de recursos financeiros

Daniel Magalhães (CEO) e Ivo Kos (CRO), da Virgo
Daniel Magalhães (CEO) e Ivo Kos (CRO), da Virgo

SÃO PAULO – A XP Inc. anunciou a compra de uma participação minoritária na Virgo, plataforma que conecta projetos de médio porte a investidores e simplifica a captação de recursos financeiros. A governança e a independência das duas companhias seguem inalteradas, segundo comunicado sobre o acordo.

A XP Inc. tem mais de 3 milhões de clientes e R$ 817 bilhões de ativos sob custódia. Segundo a companhia, esse investimento permitirá ampliar o acesso das pequenas e médias empresas ao mercado de capitais. “Existe um movimento muito forte, com contribuição relevante da XP, de fusões e aquisições, emissões de dívidas e de ações envolvendo companhias de diferentes tamanhos em todo o país. Com esse deal, vamos fazer com que isso ganhe ainda mais velocidade”, destacou Pedro Mesquita, diretor de Investment Banking da XP, no comunicado.

”A nossa visão é sermos o maior provedor de soluções para pequenas e médias empresas do Brasil e o investimento na Virgo está em linha com isso, ao plugarmos em nosso ecossistema uma plataforma que compartilha do nosso propósito. Dessa forma, vamos poder oferecer produtos e serviços ainda mais customizados aos nossos clientes”, completou Rodrigo Moreira, diretor da XP Empresas, braço da XP dedicado ao atendimento a companhias com faturamento de até R$ 1 bilhão.

Os recursos da maior empresa de investimentos do Brasil permitirão que a Virgo cresça seu marketplace. A empresa conecta atualmente negócios de médio porte a 105 investidores institucionais, viabilizando captações de até R$ 50 milhões em até 12 horas.

O aporte vindo da venda de participação minoritária será direcionado para desenvolvimento de produto e soluções, equipe e tecnologia.

A vertical Virgo Soluções Financeiras terá em breve operações via Cédulas de Crédito Bancário (CCB), debêntures, Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) e venda de participações (equity). Também desenvolverá um sistema proprietário de acesso e monitoramento de informações em tempo real, para dar mais transparência a essa vertente do mercado de capitais.

Daniel Magalhães, diretor de transformação digital da Virgo, afirmou no mesmo comunicado que o objetivo é consolidar a Virgo Soluções Financeiras como um centro de alocação de capital em produtos high yield e alternativos para investidores institucionais.

“Nós queremos trazer múltiplos produtos de alocação, mantendo o propósito de não fazer spreads. Já com o sistema de monitoramento e acesso à informação, queremos proporcionar mais transparência ao mercado de capitais e viabilizar a predição de movimentos de apreciação ou deterioração dos créditos e projetos, assim como viabilizar, no futuro, um mercado secundário mais líquido para todos os produtos disponibilizados pela Virgo”, escreveu Magalhães. “O investimento da XP Inc. sinaliza que estamos no caminho certo e que temos a estratégia e o time alinhados para seguirmos nossa jornada de forma independente, mas com muito mais recursos para acelerar os nossos planos.”

O braço de securitização da empresa, a Virgo Companhia de Securitização, também será beneficiado com o investimento vindo da compra de participação minoritária. A plataforma acumula 38% de participação no mercado brasileiro de securitizadoras agrícolas e imobiliárias, em termos de volume de emissões em 2021. São R$ 35 bilhões em monitoramento na carteira.

PUBLICIDADE

A Virgo também estruturou nos últimos seis meses seu próprio corporate venture capital, ou fundo corporativo de investimento em startups.

A Virgo Ventures realizou três aportes desde então. O último foi uma rodada de R$ 500 mil na proptech Hent, que automatiza processos de administração de loteamentos imobiliários. A Virgo Ventures deseja totalizar R$ 20 milhões investidos em 20 startups nos próximos 12 meses.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.