Pesquisa

Vendas de Natal em shoppings crescem 6%, diz Alshop

O segmento teve uma das maiores altas no Natal de 2012, ao registrar vendas nominais até 14% maiores que em 2011

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Shoppings de todo o País apresentaram uma boa atuação neste final de ano. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (26) pela Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), as vendas de Natal cresceram 6% em relação ao mesmo período de 2011.

A pesquisa utilizou como base 150 empresas de varejo que possuem 6,4 mil lojas distribuídas pelo Brasil. O segmento teve uma das maiores altas no Natal de 2012, ao registrar vendas nominais até 14% maiores que no ano passado.

Produtos mais vendidos
O setor de óculos, bijuterias e acessórios apresentou o melhor desempenho entre os produtos mais vendidos, com um aumento de 14% nas vendas nominais, em relação a 2011. Em seguida, aparece o segmento de joias, que teve uma evolução de 13%, e o setor calçadista, com 8% de crescimento em vendas em relação ao mesmo período do ano anterior.

Aprenda a investir na bolsa

Produtos tecnológicos e moda feminina e masculina também tiveram alta de 6% e 5%, respectivamente, na comparação com o período similar.

E-commerce
Já o varejo eletrônico brasileiro mais uma vez apresentou um movimento bastante forte neste Natal. Segundo uma avaliação da consultoria E-bit, o segmento deve registrar um faturamento de R$ 2,6 bilhões entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro de 2012. A cifra é 18% superior àquela obtida no mesmo período do ano anterior, que foi de R$ 2,2 bilhões comercializados na época do Natal de 2011.

Números sobre o setor em 2012
As vendas em shopping neste ano devem atingir R$ 123,1 bilhões, resultante dos 33 novos shoppings que entraram em operação ao decorrer de 2012. A quantidade de lojas em shoppings ao final do ano foi de 113.348, um aumento de 5,79% sobre a posição em 2011.

Com a entrada dos novos shoppings, o País tem 838 em operação, resultando num crescimento de 4,5% sobre a base de 2011. Mas, em razão do encerramento de atividades de alguns shoppings, a posição final obteve em uma variação de 3,24% em relação ao ano passado.

Com o crescimento de shoppings em cidades do interior nos últimos anos, atualmente o País possui 50,85% de shoppings em cidades do interior e 49,15% de shoppings nas capitais. As regiões Sul e Sudeste apresentam grande concentração de shoppings em cidades do interior.